Publicado em 23/12/2013 ás 10h29

Colo e pescoço pedem cuidados especiais

-
Creditos: Jornal NovoNegocião

Mulheres e homens com mais de 40 anos devem redobrar a atenção com a área, assim como com o rosto.

 

Embora a maioria das mulheres ignore os cuidados efetivos com o colo e pescoço, vale lembrar que dermatologistas e esteticistas cada vez mais evidenciam a necessidade de atenção com essas áreas, que acabam sempre esquecidas na hora da hidratação e proteção contra o sol, ficando mais vulneráveis aos desgastes. 

O colo e o pescoço são formados por uma pele muito fina e possuem menos glândulas sebáceas e colágeno do que a face, o que favorece o ressecamento da pele e a flacidez. Sem contar que a movimentação constante do pescoço acaba resultando em vincos profundos. 

 

 

A velha e boa regra de manter o sol bem longe da pele para prevenir o envelhecimento precoce é perfeita, pois a exposição à radiação solar provoca ao colo e pescoço os mesmos danos que causam ao rosto. Os raios ultravioletas favorecem o aparecimento de manchas na pele, além de acelerar a perda de colágeno, resultando a indesejada flacidez. 

Para evitar esses e outros problemas, especialistas são unânimes ao apontarem a proteção solar diária como imprescindível na prevenção contra os fatores agressores e a desidratação da cútis. Como não existem protetores solares específicos para essas regiões, é importante usar o mesmo protetor usado no rosto, por ser mais concentrado, e recomenda-se o uso, no mínimo, duas vezes por dia, para garantir que o fator de proteção seja mantido. Pessoas de pele mais claras deverão usar, no mínimo, o fator 30. Já, para as peles mais morenas, é recomendado o fator 15.

 

 

 

Além do FPS, cremes hidratantes e tensores específicos para a região também são aliados na prevenção dos desgastes. Dê preferência aos hidratantes que contenham vitaminas A, D e E e ao uso de cremes nutritivos de ação antioxidante, que visam diminuir os efeitos colaterais dos raios ultravioletas e preservar as células de colágeno e fibras de elastina, responsáveis pela firmeza da pele. Mas atenção: com excessão aos filtros solares, cremes de tratamento para o rosto nem sempre devem ser aplicados no colo e pescoço sem orientação médica, pois a estrutura da pele dessas áreas é diferente. Evite banhos com água quente que aumentam ainda mais o ressecamento.  

 

 

 

Para não errar, é importante dizer que os cosméticos utilizados nessa área devem ser aplicados em movimentos ascendentes, anti-gravidade, ou seja, de baixo para cima. A idade certa de começar a se dedicar aos cuidados diários com o colo e pescoço é a partir dos 25 anos. Mulheres e homens com mais de 40 anos devem redobrar a atenção com a área, assim como com o rosto. 

Muito cuidado também com perfumes, que contém uma substância chamada psoraleno e, quando entra em contato com a radiação solar, acaba provocando manchas. 

Segundo profissionais da área, existem seis medicamentos tópicos que se destacam no tratamento e prevenção das linhas de expressão e rugas no colo e pescoço: 

? Os retinóides tópicos, que estimulam a renovação celular, aumentando a elasticidade cutânea e suavizando as rugas e linhas de expressão; 

? Os alfa-hidroxiácidos; 

? Os polihidroxiácidos, que diminuem a espessura da epiderme e favorecem a formação e depósito de colágeno na derme; 

? As vitaminas que agem como protetoras, antioxidantes e corretivas, os regeneradores que refazem o tecido lesado, nutrem e hidratam a região e os neurocosméticos. 

Há ainda três tipos de tratamentos mais comuns nos consultórios dermatológicos: laser, peeling e botox. 

Caso a pele já esteja danificada pelas manchas e melanoses, é aconselhável o tratamento a laser, que, através do estímulo de calor, faz com que as atividades metabólicas da derme aumentem, estimulando a produção de colágeno. Depois de algumas sessões, que variam de 4 a 10, a pele torna-se mais lisa e firme, atenuando as rugas, linhas de expressão e imperfeições. A melhora é significativa, mas a pele não consegue voltar ao que era antes. 

 

 

 

Apesar de mais agressivo (em alguns casos, recomenda-se dias de repouso sem exposição ao sol), o peeling também pode ser utilizado, pois o ácido usado na aplicação elimina as manchas mais superficiais. 

O botox é recomendado para quem tem o músculo dessas regiões muito marcado com linhas e vincos. O hábito de dormir de lado pode fazer com que a pele fique marcada por causa das dobras, favorecendo o aparecimento de rugas. Com a exposição ao sol, essas rugas ficam mais marcadas. Nesses casos, a aplicação de botox poderá ser eficiente. 

Para combater a flacidez, os aparelhos de radiofrequência garantem maior eficiência, pois são emitidas ondas eletromagnéticas que aquecem a derme e a hipoderme, promovendo a contração das fibras de colágeno e estimulando sua produção. 

Para casos de flacidez mais severa, papada por gordura localizada, há técnicas de cirurgia plástica, lifting, mini-lifting, lipoaspiração e a vibro-lipo, que podem melhorar a aparência de seu pescoço. Esses procedimentos devem ser feitos sempre por cirurgiões plásticos. 

  • MICRO-ONDAS

    R$ 150
  • JOSEFINA

    R$ 160.000
  • SOL

    R$ 200.000
  • ***DEPILAÇÃO/ DESIGNER SOBRANCELHA

    Sob consulta
  • B. ESPERANÇA II

    R$ 400 + IPTU
  • LOTEAMENTO LAGO AZUL

    R$ 750.000
  • CORSA 04

    R$ 13.700
  • HELENA BRAZ VENDRAMINI

    R$ 150.000
  • VILLE DE FRANCE I

    R$ 140.000
  • UNO 11

    Sob consulta

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081