Publicado em 02/08/2017 ás 05h58 atualizado em 02/08/2017 ás 06h00

Contrariando discurso da Secretaria da Saúde, pacientes ainda precisam madrugar nas portas dos Postos de Saúde para conseguir consultas

Jornal Negocião vai às portas dos postos de saúde e encontra pacientes enfrentando frio e sono para conseguir uma consulta médica
Creditos: Alexandre Mansinho

Alexandre Mansinho

P.A.S. do Parque Minas Gerais, 5h00, 4 pessoas já estavam na porta do posto antes mesmo da chegada da equipe. Questionados sobre o atendimento médico e o número de vagas para consulta, a resposta foi: “se não chegarmos aqui cedinho, não conseguimos consulta”.

A secretária Cássia Palhas, em entrevistas anteriores ao Jornal Negocião, disse que essa prática não era mais necessária: “a população tem o hábito de ir aos postos de saúde de madrugada, mas isso não é mais necessário – os agendamentos serão realizados no período da tarde, no dia anterior”.

No entanto, o que se vê nos postos de saúde não é o que a pasta diz oficialmente. No P.A.S. da Vila Brasil, há até a orientação por escrito recomendando aos pacientes que venham nas primeiras horas da manhã.

Questionamentos sobre os fatos apresentados nessa matéria foram enviados a Secretaria de Comunicação e estamos aguardando a manifestação do governo municipal.

  • NISSAN 16

    Sob consulta
  • CENTRO

    R$ 700
  • FOX 15

    R$ 40.800
  • BEBÊ CONFORTO

    R$ 80
  • GOL 14

    R$ 26.990
  • ***DEPILAÇÃO/ DESIGNER SOBRANCELHA

    Sob consulta
  • CALOPSITAS

    R$ 100
  • STOS DUMONT

    R$ 450
  • TOYOTA 12

    R$ 45.000
  • BERNARDINO CAMPOS

    R$ 180.000

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081