Publicado em 14/09/2018 ás 02h02

Candidato a Deputado Estadual, Dedé Calheiro, fala sobre sua origem humilde, sua campanha, seus projetos

O candidato a Deputado Estadual conta suas ideias sobre vários temas como saúde, educação e empregos
Creditos: Arquivo Pessoal

 

Letícia Azevedo

O Jornal Negocião procurou o candidato a Deputado Estadual por Ourinhos, Orivaldo Roberto Oliveira da Silva, mais conhecido por Dedé Calheiro, para dar continuidade à série de entrevistas com os candidatos ourinhenses.

Orivaldo, o Dedé, nasceu no dia 21 de fevereiro de 1970 na cidade de Cambará, é comerciante, tem sua própria empresa desde 1991, foi criado pela avó, após ter sido abandonado pelos pais, e começou a trabalhar desde os sete anos.

Foi alfabetizado apenas aos dez anos de idade, por conta da extrema pobreza em que vivia com a avó. Trabalhou como professor de informática por vários anos e hoje está no décimo termo da Faculdade de Direito.

Foco da Campanha - Dedé diz ter como foco da sua campanha, a cidade de Ourinhos, independente do prefeito ser do mesmo partido ou da oposição “(...) O que tenho visto ultimamente, é o parlamentar deixar de beneficiar as cidades com emendas, por conta do prefeito não ser do mesmo partido e isso é um absurdo, pois quem acaba sofrendo sempre é a população. O eleitor acredita que o deputado eleito deve dar ênfase à sua cidade por acompanhar de perto as suas necessidades (...) eu sei o que a cidade necessita, sei o que as pessoas necessitam, e é muito mais fácil resolver parte dos problemas quando você está consciente e vivencia os problemas no dia a dia” – comentou.

Projetos - O candidato contou que tem um projeto registrado em cartório desde 2012, sobre um convênio com as farmácias privadas, onde consta que na falta de medicamentos nas farmácias do SUS, o paciente poderia retirá-los em qualquer uma das farmácias conveniadas, com os custos arcados pela prefeitura “(...) O cidadão tem direito a medicamentos, a falha é do poder público que deixa que eles faltem nas farmácias do SUS, então nada mais justo que ele saia da consulta médica e já possa levar pra casa o medicamento receitado pelo médico, isso é um direito constitucional.”

Saúde - De acordo com Dedé, o primeiro ponto a ser melhorado, é a humanização do atendimento “(...) as pessoas prá trabalharem com doentes, tem que ter muito mais do que conhecimentos técnicos, tem que ter dom, pois quem procuram atendimento médico normalmente já está fragilizada, e chegar a ser atendidas com desdém é inadmissível. Encurtar as filas de espera na realização de exames e cirurgia, também é imprescindível, e prá que isso aconteça é necessário aumentar o número de profissionais.”

Educação - Apesar da alfabetização tardia, diz acreditar que a Educação poderia “salvar o país”, e acredita que a especialização terá um papel importantíssimo na vida do jovem brasileiro “(...) temos que melhorar as condições de trabalho, pra que os pais consigam manter seus filhos nas escolas, pois, os jovens em sua maioria, toda vez que têm que trabalhar e estudar, acabam abandonando uma das funções, e quase sempre é o estudo e isso não pode mais acontecer.”

Emprego - Dedé disse que os pequenos e médios empresários precisam ter um auxílio, para que eles consigam crescer e sendo assim gerar maior quantidade de empregos (...) eu acredito que um sistema de “incubadora” para essas pequenas e médias empresas seria ideal”.

O sistema a que Dedé se refere compreende a construção de galpões onde caibam vários segmentos de empresas, com apenas uma telefonista para atender a todas, e aluguel dividido entre os empreendedores “(...) isso diminuiria gastos e pouparia muitos empresários de abrirem falência, por conta de taxas e impostos abusivos, pois eles dividiriam entre si.”

Apoio à candidatura - Dedé disse apoiar para presidência, o candidato Ciro Gomes, que compartilha com ele o mesmo partido, e que possui vasta experiência política “Eu fiz uma pesquisa sobre o candidato, e não encontrei nada que o desabonasse, pelo contrário, ele já foi vereador, prefeito, deputado, e o Brasil está passando por um momento de extrema turbulência, e a experiência do candidato será primordial”.

 

  • JOSEFINA

    R$ 160.000
  • XBOX 360

    R$ 500
  • ***DEPILAÇÃO/ DESIGNER SOBRANCELHA

    Sob consulta
  • VILLE DE FRANCE

    R$ 110.000
  • B. ESPERANÇA II

    R$ 400 + IPTU
  • LAGO AZUL

    R$ 750.000
  • ITAJUBI

    R$ 160.000
  • REFRIGERADOR

    R$ 1.900
  • ASSIS

    R$ 130.000
  • HELENA BRAZ VENDRAMINI

    R$ 150.000

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081