Publicado em 13/05/2019 ás 10h06 atualizado em 13/05/2019 ás 10h06

Moradores denunciam uso de drogas e sexo em local público e sem iluminação no Jd Itamaraty

Desta vez, quadras esportivas vêm sendo usadas para várias situações, menos esportes
Creditos: Jornal NovoNegocião

Letícia Azevedo

Moradores do Jardim Itamaraty denunciaram na última semana, que uma quadra de esportes e lazer do bairro está se tornando motivo de incômodo aos moradores, que frequentemente presenciam atos de vandalismo e situações de constrangimento no local.

A quadra, que fica aos fundos da EMEF Profa Jandira Lacerda Zanoni, está servindo de abrigo para moradores em situação de rua, usuários de drogas e também para atos libidinosos. No local completamente sem iluminação é possível encontrar colchão, roupas, muitos restos de cigarros e inclusive preservativos.

Os moradores, com medo de se identificar e temendo pela segurança das suas residências, contaram à nossa reportagem que o uso de drogas desenfreado acontece inclusive durante o dia, e que por ser rodeado por mato, facilmente os indivíduos conseguem se esconder, e até correr quando percebem a aproximação de terceiros.

A área verde que cerca a quadra está servindo também de depósito de lixo e restos de construção, aumentando assim o risco da proliferação de animais peçonhentos e do mosquito da dengue, doença que já fez uma vítima e tem quase 100 casos confirmados na cidade.

Na Vila Margarida não é diferente. A quadra de esportes está bastante depredada, bancos quebrados, pichações nos aros de basquete, e o bebedouro não fornece mais água pois a torneira foi levada. Apesar de ter passado por roçada há pouco tempo pela Prefeitura Municipal, o local já está cheio de restos de cigarros, garrafas de bebidas alcoólicas e embalagens plásticas.

No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 3 meses a 1 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano.

O Jornal Negocião entrou em contato com o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Inácio José Barbosa Filho, que relatou que todas as praças de Ourinhos passarão por reformas e revitalização, assim como a Praça do CDHU, que foi inaugurada nesta sexta-feira (10). Porém a colaboração da população é de suma importância para que os espaços públicos continuem em perfeito estado de conservação.

O assunto pode parecer repetitivo, mas se não for tratado com a seriedade necessária o impacto na economia municipal será cada vez maior por conta da manutenção repetida. 

Em alguns locais as Câmeras de Segurança ainda não foram instaladas, mas de acordo com divulgações da Prefeitura, elas estarão presentes em mais locais da cidade, a fim de inibir a ação de baderneiros e também de vândalos.

  • JOSEFINA

    R$ 145.000
  • UNO 93

    R$ 6.200
  • CB 14/14

    R$ 10.000
  • MESA

    R$ 1.000
  • UNO 99/00

    R$ 9.500
  • VILLE DE FRANCE

    R$ 110.000
  • B. ESPERANÇA II

    R$ 400 + IPTU
  • DOA-SE

    Sob consulta
  • LOTEAMENTO LAGO AZUL

    R$ 720.000
  • PÉ DE MÁQUINA

    R$ 300

Renovação de anúncios classificados gratuitos.

Até quarta-feira às 18:00h.

Fechamento de edição para novos classificados.

Até quarta-feira às 12:00h.

Fone (14) 3324-1600

R. Antônio Carlos Mori, 504 - Centro,
Ourinhos - SP, 19900-081