quinta, 05 de dezembro de 2019

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Final do ano e o surgimento de empregos temporários

Muitos trabalhadores ficam na dúvida se a vaga temporária pode ser um bom caminho para uma vaga fixa

 

Juliana Neves

 

Com o final do ano se aproximando as empresas começam a divulgar vagas temporárias, pois a demanda de serviços aumentam e é preciso de mais funcionários para conseguir atingir objetivos e conquistas empresariais.

Para concorrer a estas vagas é interessante ter um currículo bem estruturado. “Ele precisa ser visivelmente limpo, as informações precisam estar organizadas de forma que facilitem a leitura do recrutador. Precisa conter também as informações essenciais e palavras chave relacionadas ao cargo, que chamem a atenção do recrutador e façam com que ele queira saber mais sobre você”, diz Marcela Garcia, especialista em seleção e desenvolvimento pessoal.

Marcela Garcia (Foto: arquivo pessoal).

Caso o currículo seja selecionado, o momento da entrevista é a oportunidade para o candidato mostrar o profissional que é, além de demonstrar conhecimentos sobre a empresa e a vaga.

A vaga temporária pode ser a chance de conquistar um espaço fixo na empresa. Por isso, o interessante é ser o melhor funcionário que possa ser, fazendo algo a mais que a empresa espera e proporcionando soluções de problema.

Desta maneira, segundo Marcela, há possibilidade do emprego temporário se transformar em fixo. “O colaborador pode desenvolver tão bem o seu trabalho nesse período, que a empresa não vai querer perdê-lo. Para aumentar as chances de ser efetivado mostre para empresa, através das suas atitudes, que você é o profissional que ela precisa e que é capaz de resolver os problemas que ela possui”, fala.

A principal dica é “relacione as atividades que você já fez na empresa, o que você fez que a empresa exigia, que resultados você trouxe com essas atividades e o que fez além do esperado para o seu cargo. Relacione isso com o objetivo maior da empresa, mostrando de que forma você pode contribuir para que a empresa alcance esse objetivo”, sintetiza a especialista.

VANTAGENS E DESVANTAGENS – As principais vantagens é voltar ao mercado de trabalho, principalmente para quem está parado há bastante tempo, além de ser uma forma de obter experiência. A possibilidade de permanecer, se esse for o desejo do profissional, é outra vantagem, ou mesmo ser chamado para futuras oportunidades na empresa.

“Entre as desvantagens, estão os sentimentos de insegurança e instabilidade, já que normalmente se cria no profissional a expectativa de permanecer. Após a dedicação do profissional para se integrar à equipe e se adaptar às atividades, o contrato é rescindido”, sintetiza Marcela.

VAGA TEMPORÁRIA – Ao ser contratado para um período limitado, é importante “que o profissional tenha em mente que foi contratado para uma necessidade temporária, como o próprio nome já diz. Mas pode reverter essa situação mostrando para a empresa que é mais vantajoso ter você como funcionário do que não ter. Além de estar psicologicamente preparado para ter o contrato rescindido, tenha em mente que você nunca perde por dar o seu melhor”, finaliza a especialista.

A situação proporciona gratidão para a empresa e para o empregado que sabe que fez um bom trabalho independente do tempo que permaneceu nele.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.