quinta, 05 de dezembro de 2019

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Senai abre vagas com bolsa para cursos profissionalizantes

Robson Martuchi, diretor regional da FIESP, informa que para Ourinhos as vagas são para instalador de cerca elétrica

O Senai-SP está com inscrições abertas para 80 mil bolsas de estudo em todas as regiões do Estado de São Paulo. São mais de 250 cursos de qualificação profissional para quem busca emprego ou pensa em abrir o próprio negócio, anunciados pelo presidente do Senai- SP, Paulo Skaf, abrangendo 19 áreas tecnológicas: Alimentos, Automação, Automotiva, Construção, Couro e Calçados, Educação, Eletroeletrônica, Energia, Gestão, Gráfica e Editorial, Joalheria,
Logística, Madeira e Mobiliário, Metalmecânica, Papel e Celulose, Plásticos, Refrigeração, Saúde e Segurança e Tecnologia da Informação.

“O objetivo do programa é contribuir para a geração de emprego e de renda a partir da qualificação profissional e inclui, além da formação presencial, um módulo online de empreendedorismo para capacitar o aluno a iniciar o seu próprio negócio”, explicou Robson Martuchi, diretor regional da FIESP e diretor financeiro da ACE (Associação Comercial e Industrial de Ourinhos).

Em Ourinhos, há 16 vagas abertas para o curso de “Instalação de cerca elétrica”, com início previsto para o dia 09 de setembro e carga horária de 20 horas. Os participantes serão capacitados na instalação de cerca elétrica para proteção de perímetros residenciais e industriais de acordo com normas técnicas, ambientais e de segurança aplicáveis.

Além disso, mais bolsas devem ser disponibilizados na cidade até o final do ano. “Disponibilizamos cursos voltados ao aperfeiçoamento profissional, que estimulam o empreendedorismo e possibilitam que os alunos gerem renda”, contou Wilson Chiari, diretor da unidade do SENAI Ourinhos.

A oferta de cursos pode ser atualizada diariamente e o candidato deve acessar o site da campanha para acompanhar as alterações. Para se inscrever é necessário ter no mínimo 16 anos e não ser bolsista em outro curso do SENAI-SP.

Vale lembrar que, para ter acesso à vaga, os candidatos serão aprovados após avaliação de pré-requisitos, que variam de acordo com o curso. Caso o número de inscritos supere o total de vagas do curso escolhido, haverá classificação com base em alguns itens:

Emprego – terão prioridade os candidatos desempregados.
Escolaridade – terá prioridade quem cursou, no máximo, o Ensino Médio. A ordem de critério adotada para o caso de empate é ter concluído o Ensino Médio, seguido de quem está cursando o Ensino Médio, até chegar à escolaridade mínima prevista como requisito para fazer o curso.
Renda – terão prioridade os candidatos de menor renda per capita. A renda per capita é calculada a partir do rendimento e do número de pessoas que moram com o candidato e deve ser inferior a 1,5 salário mínimo federal.

Para mais informações sobre os cursos ofertados e processo de seleção, acesse:
https://80mil.sp.senai.br

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.