quinta, 05 de dezembro de 2019

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Conheça mais um ourinhense que faz da arte o seu ganha pão nos semáforos

Marcos Paulino nasceu na rua e seus pais moram em Cornélio Procópio. Segundo o artista, pela razão da mãe não ter incentivado os filhos aos estudos, seu destino foi se virar sozinho na vida. E acabou sendo malabarista nos semáforos.

Sua irmã, que reside em Santo Antônio da Platina, também trabalha como malabarista. “Nesta vida, é eu e Deus, a gente nunca está sozinho. Sempre temos fé e esperamos que alguém nos dê valor. Mas, primeiramente, a gente deve confiar em nós mesmos, termos compromisso com nós mesmos”, afirma Marcos.

O malabarista explica que não está na rua porque quer, mas sim, porque sua família não soube valorizar a escola e ele não entendeu o significado da importância de adquirir conhecimento na vida. Porém, garante que tem muitas pessoas que ajudam. Ele afirma, com toda certeza, que “a sociedade ourinhense cuida de mim”.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.