tera, 25 de fevereiro de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Internauta denuncia suposto descarte irregular de materiais pela SAE

A Assessoria da SAE afirma não possuir responsabilidade do caso denunciado

 

Juliana Neves

 

Hoje, 23, a reportagem recebeu uma reclamação com característica de denúncia. Está acontecendo um possível descarte irregular e queima de materiais em uma área ao lado do aeroporto em Ourinhos.

Os materiais, segundo o denunciante estão sendo descartados e queimados por empresas supostamente terceirizadas pela SAE – Superintendência de Água e Esgoto de Ourinhos.

O internauta enviou fotos e vídeos com materiais audiovisuais que mostram o flagrante de queimadas dos descartes. Segundo ele, podem prejudicar a saúde de pessoas que moram e trabalham ali nas proximidades, principalmente nas indústrias.

OUTRO LADO – A Assessoria de Comunicação da SAE informou que “essa área é à margem da via sem cerca, ao lado do depósito de galhadas e resíduos de podas. Que este local não pertence a SAE e que a Secretaria de Meio Ambiente que administra o local e a atividade de descarte desse tipo de material”.

Ainda, segundo a autarquia, “a localidade onde alguém provocou o incêndio, é utilizado por pessoas que descartam lixos e entulhos irregularmente. São os ‘cidadãos’ de bem com toda noção de cidadania e consciência ecológica e a SAE não tem responsabilidade nesse caso”, finalizou.

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE – O órgão informou à reportagem que a área fotografada e filmada pelo internauta é sim de responsabilidade da Secretaria. “É um local de armazenamento temporário, pois estamos esperando a abertura de orçamento para a construção do primeiro Ecoponto de Ourinhos, espaço de entrega voluntária de resíduo. Também instalaremos câmeras de monitoramento e o lixo encontrado atualmente é de responsabilidade 100% da população ourinhense”, declarou o responsável pela Pasta.

PreviousNext

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.