MAX. º MIM. º
TEMPO:

Número de aposentados que caem em golpes aumentam em Ourinhos

O número crescente de boletins de ocorrência registrados por aposentados que caem em golpes em Ourinhos vem preocupando autoridades e especialistas do assunto. Semanalmente no mínimo três BOs são feitos pelas vítimas ou por seus familiares.

O fato geralmente envolve agências bancárias, casas lotéricas ou estabelecimentos onde são feitas transações bancárias como saques, depósitos e pagamentos de contas. Os golpistas estão sempre bem vestidos, possuem fala calma e característica, se apresentam sempre de maneira amável, oferecendo ou pedindo ajuda dos usuários.

A abordagem transmite tanta confiança que o idoso não se atenta para uma possível fraude, entregando inclusive cartões e documentos aos criminosos, resultando quase que sempre em prejuízo por parte da vítima.

No último dia 21, um idoso só não foi lesado financeiramente, porque acabou entregando aos falsários um cartão que não tinha crédito em conta. Porém os criminosos acabaram levando também o seu cartão de benefício, que posteriormente foi bloqueado após registro de boletim de ocorrência na delegacia de Ourinhos.

Nesta ocasião, o aposentado foi abordado por um homem na Praça Mello Peixoto, que o questionou sobre o valor de seu benefício, afirmando que ele teria um rendimento para receber no banco. O idoso chegou a ir de moto táxi para sua residência a fim de buscar o cartão, que entregou ao golpista juntamente com seu CPF.

O delegado e coordenador da Central de Polícia Judiciária, Dr. Pedro Telles, afirmou que infelizmente os casos tendem a aumentar, pois os idosos andam sozinhos e dão atenção a qualquer pessoa que os tratem bem. “Não dar atenção a estranhos é uma das melhores maneiras de não cair em conversa de larápios. Propostas atrativas, vantajosas, não existem, ou melhor, só é vantajoso para o criminoso. O aposentado, o idoso, nunca vai se beneficiar disso. A dica é sempre ir até a agência bancária acompanhado de um filho, um parente ou alguma pessoa de confiança. Os filhos também têm que se atentar e evitar que os pais idosos se dirijam até o banco sozinhos, pois na maioria das vezes, é nesse local que os idosos são abordados”. – relatou o delegado.

Os golpes também podem acontecer através de ligações telefônicas feitas por pessoas que se identificam geralmente como funcionários de bancos ou financeiras, e comunicam liberações de empréstimos que não foram requisitados ou ofertas imperdíveis de investimento.

Um alerta também muito importante é nunca aceitar transferir dinheiro sem se certificar que não se trata de golpe.

Estudos sugerem que a vulnerabilidade dos idosos a fraudes é um fenômeno multidimensional, envolvendo fatores como adoecimento e isolamento social. Em resumo, o adoecimento deixa o idoso debilitado e o isolamento social provoca fragilidade emocional e desinformação.

O diretor executivo do Sindicato dos Aposentados de Ourinhos, Dr. Valdete Ferreira, alerta os idosos e principalmente seus filhos. “Aqui no Sindicato, nós recebemos diversos aposentados que recebem correspondências, SMSs relatando que teriam direito a algum tipo de “benefício”, mas para que esse dinheiro seja sacado é necessário que uma outra quantia seja depositada. Isso não existe, e nunca existirá. São muitas as formas de golpes: bilhete premiado, benefício de governos passados. A ideia de tirar vantagem de alguma forma cega o idoso, e faz com que ele não pense e acabe caindo no golpe” – esclareceu.

Dr. Valdete inclusive afirma que normalmente após cair em alguns desses golpes, o idoso acaba apresentando problemas emocionais. “Ele acaba se culpando, fica depressivo e angustiado, infelizmente sem poder ser ressarcido. Então sempre damos a dica: duvide sempre! Se alguma pessoa abordá-lo e insistir no assédio, procure um policial militar, peça ajuda, mas desvencilhe-se do estelionatário”.

O aposentado que tiver qualquer dúvida a respeito de correspondências, SMSs, e-mails, ou qualquer outra abordagem fraudulenta podem procurar a Central de Polícia Judiciária, que fica na Av. Luís Saldanha Rodrigues 2.550, Nova Ourinhos, ou na sede do Sindicato Nacional dos Aposentados/Ourinhos, localizada na Rua José Felipe do Amaral 581, Vila Perino.

(Por Letícia Azevedo)

PreviousNext

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.