sexta, 06 de dezembro de 2019

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Programa de qualificação e formalização profissional foi lançado em Ourinhos

Contrata+1 tem como objetivo oferecer oportunidades de emprego e de abertura empresarial

 

Juliana Neves

Na sexta-feira, 27, no prédio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) de Ourinhos, foi lançado o programa Contrata +1, no formato de projeto piloto. É um programa que tem como objetivo incentivar o crescimento econômico local, preparando empresários para um melhor desenvolvimento da empresa e qualificando pessoas para buscarem seus empregos.

O evento contou com a presença de diferentes representantes de instituições ourinhenses, como a Prefeitura Municipal, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria da Agricultura, Secretaria de Comunicação, Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACEO), Senai, Senac, Sicredi, CPFL, Programa de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e os vereadores Raquel Spada (PTC), Anísio Felicetti (PR) e Abel Diniz Fiel (PTC).

Representantes de instituições parceiras do programa Contrata+1.

Após a abertura oficial do lançamento, o primeiro a discursar foi o Thiago Bueno, coordenador regional do SEBRAE Ourinhos, que agradeceu as parcerias envolvidas no programa e explicou como será o funcionamento do mesmo.

De acordo com Bueno, o Contrata +1 tem por meta principal a qualificação ou formalização de pessoas, proporcionando oportunidades de emprego e a facilidade de ser um Microempreendedor Individual (MEI) a partir da prática de alguma atividade específica desejada pela pessoa.

Portanto, o projeto é voltado para as pessoas que estão procurando por um emprego ou desejam empreender e recebem ajuda dos parceiros e do SEBRAE para a realização da qualificação ou da formalização.

Aqueles que escolheram se qualificar para procurar emprego, a empresa que contratar receberá do SEBRAE um crédito orientado e informações de orientações em auxílio de mercado. O coordenador regional recomendou que as pessoas procurem por vagas divulgados no PAT, por ser um dos parceiros do programa. Além de investir em um bom currículo para que chame atenção do empregador.

Thiago Bueno, coordenador regional do SEBRAE Ourinhos, em discurso.

Já as pessoas que preferirem por se formalizar, para abrir uma empresa caracterizada como MEI, ela receberá todo o apoio do SEBRAE para a abertura do CNPJ, como também terá um crédito orientado e informações de mercado para desenvolvimento empresarial.

Todos os cursos são ministrados pelos parceiros do programa e, até o momento, são oferecidas aulas de cuidador de idosos, auxiliar de escritório, auxiliar de cozinha, vendas, auxiliar de limpeza e podadores.

Thiago Bueno finalizou o discurso explicando que o projeto possui alguns indicadores, como empresas formalizadas, quantidade de geração de trabalhos, pessoas aprovadas no crédito e a geração de renda.

Logo em seguida, outros representantes discursaram no evento, entre eles está Gilvano da Silva – assessor jurídico da ACEO, Wilson Chiari – diretor do Senai Ourinhos, Fred Leite – secretário de desenvolvimento econômico, trabalho e turismo, Débora Andrade – gerente do Sicredi Ourinhos, Lucas Pocay – prefeito, Alessandro Gomes – coordenador de negócios do Senac Marília, João Martins – CPFL e Alexandre Mariani – vice-presidente da ACEO.

O prefeito afirmou que o programa Contrata +1 vai de encontro com as suas ações desenvolvidas em busca de melhoramento no desenvolvimento econômico de Ourinhos. “É mais uma ação que estamos impulsionando através de políticas públicas da nossa gestão, para atrair novos investimentos e criarmos o novo emprego. Porque, atualmente, com a tecnologia as empresas e indústrias estão mais automatizadas e com isso os empregos estão mudando. Temos que sempre estarmos preparados para uma nova visão, com serviços, com uma cidade que impulsione o turismo e o empreendedorismo, então, com a parceria com o Sebrae que lançamos o Contrata +1 para que a população possa ter um olhar diferente de novas opções com preparo e qualificações”.

Lucas Pocay, prefeito e Rodrigo Gambale, deputado estadual em entrevista.

Rodrigo Gambale, deputado estadual, também esteve presente no evento e opinou sobre o novo programa implementado na cidade. “Os municípios tem uma grande dificuldade de receber somente 8% de tudo aquilo que eles arrecadam, infelizmente, o prefeito tem que pedir ajuda para o governo estadual e federal e é o que Lucas Pocay tem feito. Temos a imagem de Ourinhos como uma cidade movimentada com geração de empregos, isso mostra resultados da força de novas ideias”, sintetiza.

Fred Leite, o secretário de desenvolvimento econômico, trabalho e turismo, em entrevista ao jornal Negocião, mencionou a ajuda do Banco do Povo para as pessoas inscritas no programa. “Através do Banco do Povo, que é ligado à secretaria, nós gostaríamos de oferecer a essas pessoas um financiamento para comprar seu material e/ou produtos iniciais da sua MEI”, explica.

Durante o evento, a coordenadora do Sicredi, Débora Andrade, apresentou qual será o presente, assim mencionado por ela, do banco para as pessoas que escolherem se formalizar para abrir a sua empresa e para os futuros empregadores.

Débora Andrade, coordenadora do Sicredi Ourinhos.

“Participar do projeto casou com o ideal do Sicredi de envolvimento da economia local, porque o banco tem isso como missão empresarial. Por isso, desenvolvemos um pacote especial para as pessoas trabalharem com isenção de manutenção de uma conta corrente, uma máquina de cartões com um valor acessível e o empresário que contratar terá uma taxa diferenciada de juros para eles”, fala a coordenadora.

Ao fim do evento, o público pode prestigiar uma palestra sobre empreendedorismo ministrada por Roderic Miyoshi, que faz parte da equipe do SEBRAE Ourinhos.

Roderic Miyoshi durante a palestra.

O sentimento pós lançamento do projeto é de gratidão por ver todos os parceiros reunidos em um único propósito e com o evento cheio de pessoas interessadas no Contrata +1. Mas ainda é necessário trilhar caminhos para chegar ao sucesso do projeto.

“O primeiro passo é uma reunião de avalição deste primeiro evento e, na sequência, fazer uma ação de divulgação das vagas para os empresários visando contratações e reunião com os qualificados, pois já tem algumas pessoas com cursos finalizados, para orientá-los sobre empreendedorismo e novos negócios. Bem como futuras negociações de novos temas para qualificação”, finaliza Thiago Bueno, coordenador regional do SEBRAE Ourinhos.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.