tera, 04 de agosto de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Recanto dos Pássaros III: um dos bairros mais distantes da cidade

Moradores afirmam que o “recanto” é um bairro violento e que necessita de inúmeras melhorias

 

Juliana Neves

 

O Recanto dos Pássaros III em Ourinhos lembra imediatamente a distância que o bairro se encontra do centro comercial da cidade. Muitos até tem medo de ir até lá pela fama de que o bairro é violento.

Engano de todos pelo que percebemos. Quando chegamos no “recanto” observamos um bairro calmo e quieto, com pouca presença de moradores pelas ruas.

Ao nos aproximarmos do CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados – rostos jovens começaram a surgir. Adolescentes e jovens se reúnem em frente ao CEU para esperar e iniciar alguma atividade proporcionada pela instituição cultural.

Outros grupos também se reúnem nas esquinas do bairro, muitas vezes somente para um longo bate papo e passar o tempo.

Este é o CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados

 

FALTA DE SEGURANÇA – Moradores aparecem e, sem medo ou cautela, conversam com nossa reportagem. Um deles é Maria Luisa Almeida.

Ela reclamou que no bairro há garotos furtando de tudo. “Aqui no “recanto” roubam até pé de pimenta se deixar, não há segurança e é por este motivo que muitas pessoas não gostam de residir aqui. Alguém teria que fazer alguma coisa para ocupar as cabeças dos jovens, mostrar que isso é errado”, exclama a moradora.

Terreno baldio que, segundo os moradores, iria ser uma UBS – Unidade Básica de Saúde

Opinião semelhante de Anselmo Siena, morador há pouco tempo do Recanto dos Pássaros III. Ele afirma que o maior problema do bairro são as pessoas drogadas. “Tenho minha vida aqui e eles ali, mas é muito roubo, muita malandragem e isso não é bom”, diz.

Anselmo Siena

 

EXPLORAÇÃO – Outra reclamação são os estabelecimentos comerciais do bairro, que cobram preços maiores que os grandes mercados. “Aqui não tem lotérica e aí precisamos ir até o centro para pagar uma conta, não há farmácia nenhuma e isto é um pedido muito forte de todos os moradores daqui. É complicado essa situação”, reclama Maria Luisa.

Maria Luisa Almeida

 

SAÚDE E ASFALTO – Ruas esburacadas é outra reclamação no “Recanto”. A reclamação procede, pois constatamos diversas nessa situação, inclusive, com água empossada nos inúmeros buracos.

Em relação a saúde, Maria também reclama da distância e explica: “Somos atendidos no CAIC, que fica no Jardim Europa, mas tinha que ter uma Unidade Básica de Saúde aqui no nosso bairro ou mais próximo, para poder facilitar para nós quando for preciso”.

Próximo ao CEU possui um terreno baldio muito grande que, segundo os moradores, foi promessa de que seria construído um Posto de Saúde ali. Porém, até hoje não passou de uma ‘conversa mole’, segundo eles.

Buracos são encontrados em diversas ruas do bairro

 

“CASAS ABANDONADAS?” – O Recanto dos Pássaros III possui algumas casas que fazem parte do Programa do governo federal “Minha Casa Minha Vida”. Nesta modalidade as pessoas se cadastram e esperam pela sorte em um sorteio das casas.

Recentemente, recebemos denúncias de que muitas famílias sorteadas não foram residir nestas casas. E as residências estão abandonadas e sendo roubadas frequentemente.

As residências do Programa “Minha Casa Minha Vida”

Um morador de uma delas, que preferiu não se identificar, afirmou que em algumas casas, não dá para saber se tem alguém morando. “Eles aparecem de vez em quando, mas temos certeza que sempre tem alguém roubando alguma coisa das famílias instaladas nestas casas, seja uma simples fruta em uma árvore ou até a fiação e algo estrutural da residência”, denuncia.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.