domingo, 21 de julho de 2024

Faesp Informa: Governo anuncia Plano Safra 2024/2025 e economistas criticam

Publicado em 05 jul 2024 - 12:21:46

           

Recursos estão abaixo do que era esperado pela Frente Parlamentar da Agricultura, embora seja 10%maior que o valor do plano anterior

 

Assessoria de Comunicação FAESP

 

O governo federal anunciou na tarde desta quarta-feira (03) o Plano Safra 2024/2025, que apresenta um aumento de 10% sobre os valores do plano anterior. São R$ 400,59 bilhões para a agricultura empresarial, além de R$ 87,5 bilhões para a agricultura familiar. Em relação aos juros, os produtores enquadrados no Pronamp terão taxas de 8% ao ano, enquanto, para investimentos, variam entre 7% e 12%, de acordo com o programa.

 

 

Do total de recursos, R$ 293,29 bilhões (aumento de 8%) serão para custeio e comercialização, enquanto R$ 107,3 bilhões restantes (incremento de 16,5%) irão para investimentos. Nesse contexto, R$ 189,09 bilhões serão com taxas de juros controladas, direcionados ao Pronamp e demais produtores e cooperativas, e os outros R$ 211,5 bilhões com taxas livres.

 

 

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) tinha pleiteado R$ 570 bilhões para atender os produtores. E, embora o governo tenha anunciado recursos para a equalização de juros, economistas afirmam que a maior parte não atende aos produtores. Eles alertaram ainda que dos R$ 435 bilhões do plano anterior, foram realizados, de fato, R$ 369,2 bi, uma queda de 15% em relação ao previsto.

 

 

O anúncio seria feito no final de junho, já que o Plano Safra anterior terminou no último final de semana. A demora comprometeu o planejamento para tomadores de crédito e instituições financeira, deixando os produtores rurais a descoberto.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.