quarta, 17 de abril de 2024

Saiba motivos para largar o carro e aderir à e-bike como transporte alternativo

Um número cada vez maior de pessoas têm deixado de usar carro e adotado outros modais para se locomover pelas cidades, como a e-bike; CEO da startup de mobilidade urbana E-Moving lista benefícios

 

Dia Mundial Sem Carro é um evento global que ocorre anualmente em 22 de setembro, com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os impactos negativos do uso excessivo de veículos motorizados.  A iniciativa surgiu na França, em 1997, e desde então tem se espalhado para diversas cidades ao redor do mundo. Uma pesquisa do Programa de Geografia Física da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, mostrou que aumentar áreas verdes pode ajudar na mas qualidade do ar, principalmente por diminuir a emissão de poluentes, com menos veículos nas ruas.

“É importante lembrar que o Dia Mundial Sem Carro não se trata apenas de um evento de um dia, mas sim de uma oportunidade para refletir sobre nossos hábitos de transporte e buscar maneiras mais sustentáveis de nos locomovermos no dia a dia”, comenta Gabriel Arcon, CEO da E-Moving – startup de soluções em mobilidade.

Em meio à proximidade da data e visando conscientizar cada vez mais as pessoas, Arcon lista 5 razões para deixar de usar carro e aderir a novos meios de transporte.

“Cada pedalada, caminhada ou viagem de transporte público é um investimento em sua própria saúde, contribuindo para um corpo mais ativo, uma mente mais equilibrada”

 

BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE – Optar por caminhar ou andar de bicicleta como meio de transporte pode melhorar a saúde física e mental, ajudando a combater o sedentarismo e reduzir o estresse, além de ajudar a evitar várias doenças, segundo médicos, cientistas e ciclistas, que relataram em pesquisas ou testaram na prática os efeitos do hábito. Segundo a pesquisa da Universidade de Yale (EUA), acompanhou 1,2 milhão de pessoas com mais de 18 anos, entre 2011 e 2015, que utilizavam e-bikes. Um mês depois do início da pesquisa, os participantes que andaram de bicicleta elétrica passaram 43,2% dos dias com a saúde mental mais estável do que os que não praticaram nenhuma atividade física associada.

“Essa mudança é como dar um passo em direção à saúde e ao bem-estar. Cada pedalada, caminhada ou viagem de transporte público é um investimento em sua própria saúde, contribuindo para um corpo mais ativo, uma mente mais equilibrada”, comenta o CEO.

 

REDUÇÃO DA EMISSÃO DE CARBONO – Em todo o mundo, o setor de transporte é responsável por quase um quarto das emissões globais de gases de efeito estufa relacionadas à energia. Especificamente, as emissões dos veículos são uma fonte significativa de partículas finas e óxidos de nitrogênio, as principais causas da poluição do ar urbano.“Essa escolha não é apenas saudável para os indivíduos, mas também uma ação significativa para controlar a poluição do mundo, mantendo o ambiente mais limpo e reduzindo os poluentes que afetam o bem-estar de nosso planeta”, ressalta Arcon.

 

CUSTO BENEFÍCIO – O custo de se manter um carro não se resume apenas ao combustível. Itens básicos são prestações, seguro, manutenção, IPVA, licenciamento, lavagens e até mesmo possíveis multas. Além de que os automóveis perdem valor ao longo do tempo devido à depreciação. Usar menos ou optar por transportes alternativos pode ajudar a prolongar a vida útil do veículo e reduzir as perdas financeiras associadas à depreciação.
“A opção de utilizar menos carros pode proporcionar economia substancial a longo prazo, liberando recursos financeiros que podem ser direcionados para outras necessidades ou investimentos, melhorando sua saúde financeira”, acrescenta o CEO.

 

 MELHORIA DO TRÂNSITO NAS CIDADES – A diminuição do número de veículos nas ruas ajuda a reduzir o congestionamento, tornando os trajetos mais rápidos e eficientes. “A redução do número de automóveis nas estradas resulta em um tráfego mais fluido e menos estressante, o que tem um efeito positivo tanto na mobilidade urbana quanto na qualidade de vida da comunidade”, comenta Arcon.

A relação entre estes dois fatores já foi comprovada: em cidades onde o tempo de deslocamento é pequeno e o período gasto no congestionamento é mínimo as pessoas vivem melhor”, acrescenta.
 AUMENTO NA QUALIDADE DE VIDA – Menos carros nas ruas levam a ambientes urbanos mais agradáveis, com menos poluição sonora e do ar, além de mais espaços públicos para as pessoas, tornando as cidades ambientes mais agradáveis e sustentáveis para se viver.
 “Essa substituição é uma fórmula eficaz para uma cidade mais saudável e feliz. Menos tráfego, ar mais limpo, espaços públicos acolhedores e uma população mais ativa promovem uma melhora significativa na qualidade de vida urbana”, finaliza o executivo.
 

SOBRE A E-MOVING – Fundada em 2015, é uma startup especializada em soluções de mobilidade urbana aliada à tecnologia – pioneira em oferecer serviço de assinatura mensal de bicicletas elétricas, como alternativa aos transportes tradicionais.

A missão da empresa é ser a melhor alternativa para deslocamentos urbanos de curta e média distância, levando sustentabilidade e qualidade de vida aos usuários das e-bikes, contribuindo para a solução dos congestionamentos e efetuando zero emissões de CO2 na atmosfera.

A empresa ganhou vários prêmios- Prêmio Mobilidade Estadão (2023 e 2021), Leão em Cannes e Effie Awards (2019), Empreendedor do Ano EY (2018), Movida (2018), Shark Tank (2017), e acaba de ser certificada pelo Sistema B- movimento global de empresas em prol da promoção de uma sociedade mais sustentável.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.