quinta, 23 de maio de 2024

Ação solidária da CEAGESP leva grande doação de alimentos para a cidade de Aparecida

Estima-se que 70% da economia da cidade sobreviva do comércio em torno da Basílica de Aparecida, que está fechada e sem receber romeiros desde que os casos de covid-19 surgiram no Estado

 

Da redação

 

A cidade de Aparecida recebeu nesta quinta-feira, dia 25/3, a maior doação de alimentos feita pela CEAGESP, doados por funcionários, empresários e permissionários (comerciantes), abrangendo os 13 entrepostos – São Paulo e Interior. A ação teve como objetivo a solidariedade, levando frutas, legumes, verduras, peixe e produtos da cesta básica para serem distribuídos à população local, que vem passando necessidades desde o início da pandemia do coronavírus.

Estima-se que 70% da economia da cidade sobreviva do comércio em torno da Basílica de Aparecida, que está fechada e sem receber romeiros desde que os casos de covid-19 surgiram no Estado. “A falta de visitantes tem deixado muitas pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar, e com essa ação solidária, a intenção da CEAGESP e ajudar a minimizar o problema, levando comida para quem tem fome”, explica o diretor presidente da Companhia, coronel Ricardo de Mello Araújo.

A carreata para levar os alimentos para Aparecida saiu do portão 7 do Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), na capital paulista, por volta das 4h desta quinta-feira. No percurso, se uniram ao comboio outros veículos levando doações dos entrepostos da CEAGESP que ficam no caminho para aquela cidade.

A Ecopistas informou ter apoiado na passagem de um comboio de 17 caminhões do Exército Brasileiro que transportavam os alimentos.

Toda a carga foi abençoada e depois entregue à prefeitura, que se encarregará da distribuição à população que mais necessita.

Policiais militares do 23º BPM/I, prestam apoio a Operação na cidade de Aparecida sendo designados para realizarem a escolta dos caminhões com cestas básicas a serem distribuídas para a população, como forma de garantir a distribuição, preservar a ordem pública e evitar aglomeração de pessoas durante a distribuição.

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.