sábado, 22 de junho de 2024

Alunos do Objetivo mergulham na cultura afro-brasileira através do Projeto Poemas Negros

Rose Pimentel Mader

Frequentemente, o Colégio Santo Antônio Objetivo envolve os alunos dos 1ºs, 2ºs e 3ºs anos do Ensino Médio num amplo projeto interdisciplinar que, além de enriquecer os conhecimentos e aprofundar o conteúdo pedagógico, também auxilia os estudantes nas concorridas provas dos vestibulares.

O Projeto deste ano, denominado Engenh&Arte, está trabalhando, desde o mês de agosto, a obra de Jorge de Lima – Poemas Negros, cujo livro está na cobrança do vestibular da UNICAMP. Idealizado pela professora de Literatura Henriqueta Maria Cury, o Projeto Poemas Negros – Engenh&Arte, está sendo desenvolvido também com a participação dos professores de Arte, Angela Sencio; de História, Carlos Paiva; de Música, Sandro Santos e de Geografia, Natal Varella.

A culminância do Projeto vai acontecer na próxima semana, dia 29 de setembro, no Anfiteatro do CSA Objetivo e deve ser prestigiado pela comunidade escolar. 

 

Reconhecimento da cultura afro-brasileira – O Projeto, baseado no tema: A contribuição dos escravos no Brasil, incentivou os alunos a se debruçarem no trabalho de pesquisa sobre a cultura afro-brasileira e na influência que ela exerce no nosso cotidiano. 

Segundo a coordenadora do projeto, professora Henriqueta Cury, o autor Jorge de Lima mostra, através de seus poemas, as dívidas que temos com os africanos, não só pelo fato de a economia brasileira ter sido baseada no trabalho escravo, mas também pela violência com a qual a sociedade lidou com os escravos e lida com os afrodescendentes ainda hoje.

A obra, explica Henriqueta, inspira um novo olhar sobre os negros e revela uma forma de compensá-los através da valorização da cultura africana e de reconhecer como ela está integrada na cultura brasileira.

 

Poemas inspiram espetáculos – No evento que encerra o Projeto, no próximo dia 29, os alunos do Ensino Médio vão transformar poemas em espetáculos de música, dança, teatro, declamação. Toda a base teórica do projeto e das apresentações será apresentada pelos próprios alunos, com a orientação dos professores.

Segundo a professora Henriqueta, todos esses projetos visam criar oportunidades para o aluno envolver-se mais com a leitura de obras literárias cobradas em vestibulares; vivenciar experiências diferentes das trabalhadas normalmente em sala de aula; entrar em contato com outras comunidades e socializar-se no contato com membros de seu grupo, da escola e com pessoas fora de seu âmbito escolar.

Com isso, ressalta, a escola espera que o aluno desenvolva o gosto pela leitura, familiarize-se com textos literários e possa interpretar e relacionar textos literários com a realidade conhecida.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.