sexta, 12 de julho de 2024

Arte em paredes de ala pediátrica da Santa Casa é coberta de branco e ato causa polêmica em Assis

Publicado em 04 dez 2017 - 05:30:48

           

Da redação

Com a justificativa de que o prédio passa por uma reestruturação para ampliação de leitos, a direção da Santa Casa de Assis (SP) mandou cobrir as pinturas feitas por um artista plástico na ala pediátrica do hospital.

O ato causou polêmica na cidade, principalmente entre as pessoas que participaram do projeto, feito de forma voluntária. A TV TEM não foi autorizada pela Santa Casa a fazer imagens do local.

A tinta branca cobriu as cores vivas que davam colorido e alegria ao setor de pediatria há apenas nove meses. O artista plástico Anderson Lemes, conhecido como “Alemão”, foi responsável pela pintura e tem várias obras espalhadas pelo mundo.

Para colorir o setor na Santa Casa, foram três dias de trabalho pintando cada detalhe, desde as paredes do corredor até a brinquedoteca. Anderson contou com a ajuda de voluntários para colorir as paredes, trabalho que não teve custo para a Santa Casa.

A pintura fazia parte de um projeto criado pelos estudantes de Psicologia da Unesp de Assis com a intenção de levar cor à ala pediátrica da Santa Casa, tornando um ambiente mais aconchegante, principalmente para as crianças.

As estudantes que participaram do trabalho disseram que a ideia foi aceita rapidamente pelos pacientes.

“As crianças estavam lá em um ambiente que, até então, não conheciam, que não é agradável, é um hospital. A ideia de pintar foi para trazer mais vida, mais alegria, e isso também ajudava a subsidiar o nosso trabalho, porque nós vamos ao hospital toda a semana para brincar com elas, para elas terem um acolhimento, e ajudá-las a elaborar o que está acontecendo”, destaca Ingrid Salgueiro.

Porém, a ação da nova diretoria, que pintou as paredes de branco, acabou se tornando uma surpresa desagradável para quem trabalhou no projeto.

O autor da obra só ficou sabendo da decisão dias depois. “Eu fiquei chateado por ser um trabalho que fiz sem cobrar absolutamente nada para justamente quebrar essa concepção de hospital, e foi apagado sem uma justificativa plausível, ao meu ver”, frisa Alemão.

Ainda de acordo com a Santa Casa, a pintura das paredes faz parte das obras de reforma no hospital para ampliação dos leitos de adultos da ala, antes ocupada somente pelas crianças.

G1 Bauru e Marília

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.