domingo, 19 de maio de 2024

Artigo: A intolerância e a ganância

Ivone Maria de Lima Jaime

Ficamos estarrecidos com o que aconteceu na França, todos os dias temos novas informações sobre o atentado. Não é preciso nem ir muito longe, aqui em Minas Gerais, temos nossa própria tragédia, na Bahia temos incêndio de proporções imensas. É só abrirmos os jornais que estão lá na primeira página, notícias, uma mais escabrosa que a outra.

A gente fica com aquela sensação de pesar que nos deixa amargurados.

Enquanto os poderosos da terra cá e lá decidem o que farão, podemos refletir um pouco o quanto a intolerância e a ganância estão em nosso redor e nem percebemos.

O desejo de todos é viver conforme suas próprias regras e crenças. Porém, temos também o desejo de que todos vivam conforme essas regras. Claro, se o meu jeito de viver é o melhor, logo, todos devem viver dentro de minhas regras.

Isso vale para quase tudo. De religião a time de futebol, passando por partido político e comida.

Parece que precisamos convencer o outro de que estamos certos e para isso precisamos convertê-lo ao nosso modo de vida.

Quando estamos com os nossos pares, ou seja, quando estamos com pessoas que comungam nossas crenças é muito gostoso. Ficamos à vontade, sabemos o pensamento do outro. Mas, nem sempre isso é possível. Vivemos em um mundo de diversidades e existem modos de vida bem diferentes do nosso e que servem para as pessoas que os praticam. É muito ruim quando alguém tenta nos impor o seu modo próprio de agir e viver. Cada um faz sua própria escolha e segue sua vida.

Cuidamos muito da vida dos outros.

E, quando a outra pessoa ainda tem um padrão de vida melhor que o nosso, ficamos ainda mais incomodados. Achamos que somos nós quem merecemos. Queremos sempre mais. Tudo tem de dar lucro. Vivemos procurando o lucro em tudo.

Hoje, a intolerância e a ganância estão na raiz de várias expressões de violência e ódio, e, atinge de um grupo para outro grupo, um país para outro país, mas, sempre começa de um ser humano para outro ser humano e assim se alastra por tudo.

Temos de nos precaver contra esses sentimentos dentro de nós mesmos. Trabalhar para que eles diminuam. Inaugurarmos a paz que tanto desejamos para viver. Ela também se comunica de um ser humano a outro e se alastra por tudo.

Que a Paz esteja com todos vocês. Com todos nós.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.