sábado, 15 de junho de 2024

Atleta de Ourinhos é classificado para representar o Brasil no pan-americano

Marcelo Keniti Tsunoce, jovem de 17 anos, que luta por Ourinhos há sete anos, foi classificado como campeão brasileiro na fase regional organizada pela Confederação Brasileira de Karatê, que é realizada em quatro fases, em que participam seis estados. Com a classificação, agora o lutador participa da fase final que acontece no mês de outubro entre os dias 13 e 16 de agosto no Ibirapuera em São Paulo.

Nesta fase final, só participam os três primeiros classificados nas quatro fases regionais. A competição em que Marcelo recebeu o título de campeão aconteceu entre os dias 07 e 09 de julho em Porto Alegre. Neste mesmo evento, houve a continuidade da seletiva nacional no dia 10 em que Marcelo foi classificado para o pan-americano, representando o Brasil na cidade de Guayaquil, no Equador, entre os dias 22 a 28 de agosto.

O atleta disputa na modalidade Kata, na categoria juvenil, entre 16 e 17 anos. O Kata é uma apresentação de movimentos de defesa e ataque contra adversários imaginários. Esta é a primeira vez que um atleta de Ourinhos se classifica para representar o Brasil em um campeonato panamericano.

Marcelo é bicampeão brasileiro do estilo Wado-ryu do Brasil (2015-2016), títulos que ele recebeu em Jaú. É campeão em fase regional e final do campeonato paulista 2016. E agora irá competir o pan-americano. O atleta é nascido no Japão e começou a praticar o esporte ainda cedo, com apenas sete anos de idade. Com 10 anos de idade, sua família veio morar em Ourinhos, onde Marcelo começou a praticar karatê pela SEMESPOR (Secretaria Municipal de Esporte e Recreação). Aos 15 anos, o jovem recebeu a faixa preta, considerada a última faixa de graduação do Karatê, podendo assim, começar a competir por Ourinhos.

O professor da modalidade, Adilson Luiz de Oliveira, conta que observou o talento do jovem e investiu em seu potencial. “Observei que ele tinha uma grande facilidade em aprender o Karatê, principalmente na modalidade Kata. Ele pegava os movimentos fácil e com isso fomos aperfeiçoando suas técnicas no Kata”, lembra. Para ele, o título de Marcelo é uma grande conquista para o esporte ourinhense devido as dificuldades que o atleta sofre hoje para classificação em eventos como esse e a conquista é um orgulho para a cidade. “Para nós é um orgulho ter Ourinhos na classificação da confederação brasileira, pois hoje são poucas cidades do interior que integram a seleção brasileira no Estado de São Paulo”.

 

Marcelo se sente feliz pelo título e por poder levar o nome da cidade e confessa que a ficha ainda não caiu. “Eu estou me sentindo muito feliz, é uma conquista inédita. Agora quero conquistar o brasileiro final que vai ser em São Paulo e dar o meu melhor”, diz.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.