sexta, 19 de julho de 2024

Bolsonaro pode compor chapa com o PR de Capitão Augusto para as eleições de 2018

Publicado em 22 dez 2017 - 01:26:51

           

Alexandre Mansinho

O clima político para 2018 esquenta ainda mais. Os partidos tradicionais como PT, PMDB e PSDB correm atrás de articulações para emplacar seus candidatos enquanto tentam fugir da imagem de corrupção trazida para o centro dessas legendas por causa da Operação Lava-Jato. 

Correndo por fora e arregimentando cada vez mais simpatizantes, Jair Messias Bolsonaro, atual deputado federal pelo Rio de Janeiro, procura estruturar sua candidatura. Ao que tudo indica, dará muito o que falar no próximo pleito eleitoral.

Em entrevista ao portal de notícias Crítica Nacional, Bolsonaro explica que a dificuldade que existe em compor uma chapa para 2018 está no compromisso de que, caso ele seja eleito, todas as nomeações serão feitas usando critérios técnicos. 

Segundo ele, o Patriotas, sigla que já havia sido anunciada como aquela que o levaria à campanha presidencial, não se enquadrou nos critérios que ele definiu como inegociáveis para concluir as tratativas. Na mesma entrevista, o presidenciável cita o PSL como nova alternativa e, como alternativa menos provável, o PR.

PSL sai do “páreo” – Em menos de 24h da divulgação da entrevista de Bolsonaro ao Crítica Nacional, o PSL divulgou nota dizendo que não será a “nova casa” de Bolsonaro por acreditar que as divergências de pensamento entre o partido e o deputado são inconciliáveis.

O PR de Capitão Augusto  – Na entrevista Bolsonaro havia dito que já conversara com o deputado federal Capitão Augusto sobre a possibilidade de entrar para o PR. Embora esse partido não tenha sido sua primeira opção, a possibilidade de Capitão Augusto ser o presidente da sigla e a recusa do PSL em dar filiação a Bolsonaro tornaram, em menos de um dia, uma possibilidade remota em forte tendência. 

O gabinete de Capitão Augusto não nega que há fortes laços, tanto ideológicos quanto de amizade, entre ele e Bolsonaro. O gabinete também não nega a possibilidade do Capitão ocupar a presidência do partido.

É possível que, com algumas reuniões e concessões por parte do PR, a candidatura de Jair Messias Bolsonaro possa ser viabilizada.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.