sexta, 19 de abril de 2024

Câmara concede título de “Cidadão Ourinhense” ao escritor e poeta Cícero de Pais 

Por mais de cinco décadas Cícero de Pais vem gravando suas digitais na identidade cultural da cidade mantendo-se atuante no incentivo a arte e cultura entre os ourinhenses

 

José Luiz Martins

 

 

De autoria da vereadora Roberta Stopa (PT) do Mandato Coletivo Enfrente, o Projeto de Decreto Legislativo que concede ao escritor e poeta Cícero de Pais o título de “Cidadão Ourinhense”, pelos relevantes serviços prestados ao município foi aprovado pelo plenário da casa recentemente. A entrega do título ao artista será em Sessão Solene na data ainda a ser marcada pelo próprio homenageado.

Cícero de Pais nasceu em 1954 na cidade de Maringá no Paraná e reside em Ourinhos desde 1980, quando se casou com Maria Aparecida de Pais, tem quatro filhos, Aline, Kelly, Clarice e Douglas. Desses filhos, as netas Maria Cecilia, Emily e Yasmin, e os netos, Benjamin, Miguel, Davi e Erick.

O escritor vem atuando e produzindo seus trabalhos também como poeta, artista plástico, cartunista, autor e diretor teatral.

cicero de pais 

 

Na sua longa relação com a escrita, Cícero já acumula uma longa lista de trabalhos literários publicados, transitando pelo humor, literatura infantil, romance, prosa e verso.

Prestes a completar 70 anos o artista muito tem contribuído para a cultura e arte em Ourinhos com sua vasta bagagem cultural adquirida pela paixão a literatura. Ele conta que desde o os primeiros anos nos bancos escolares já gostava de desenhar, pintar, ler textos poéticos e contos de fadas.

Através da leitura Pais se enveredou por outros segmentos artísticos como o teatro, participando de grupos de artes cênicas ainda quando cursava o ensino médio.

“Ler a obra de Shakespeare, Nelson Rodrigues, Millôr, Moliére e outros grandes autores, foi o caminho para que eu pudesse amar as artes cênicas. Uma boa peça de teatro transcende os limites da realidade. Atores e o público, durante o espetáculo, são partes de um mundo mais lúdico, viável e sereno”, revelou Cícero.

Em 1986, seis anos após fixar residência em Ourinhos, o artista fundou o Incena -Teatro & Cia, que por mais de duas décadas vem deixando o seu legado teatral para a cidade com a produção de peças adultas e infantis, monólogos, espetáculos circenses, teatro de boneco e de rua.

Com dez livros publicados com contos, poesia, prosa e verso, romance, humor, obras infantis, o homenageando produziu mais de uma dezena de textos teatrais encenados.

É editor do Jornal Arte e, entre outros eventos, tem se dedicado a promover o concorrido concurso de poesia que está em sua 15ª edição, iniciado em 1998, além do concurso de contos e crônicas que entrará na sua 6ª edição em 2023. 

Por mais de cinco décadas Cícero de Pais vem gravando suas digitais na identidade cultural da cidade mantendo-se atuante no incentivo a arte e cultura entre os ourinhenses.

 

cicero de pais – Capa do ultimo livro do autor lançado em 2022

 

TRABALHOS PUBLICADOS PELO AUTOR

 

Quem veio no barco voador? (infantil)

A hora do sonho (poemas)

Ponte sobre o amanhecer (poemas)

Lua solidária (poemas)

Juão Grandão (infantil)

O segredo do caixa 2 (humor)

Arte efêmera (prosa e verso)

A outra vida de Jesus (romance)

Lua Solidária

Ourópolis, meu humor.

 

Teatro – textos encenados:

 

O tesouro do fantasma

Grandes esperanças

Mistura notável

Esquetes circenses

We’ve never been so happy

João e Maria no mundo da imaginação

Labirinto

Flores para Maroca

Auto de Natal

A alma do negócio

 

cicero de pais – ficha técnica do espetáculo teatral do Incena – Teatro & Artes

 

Textos adaptados:

Dom Quixote (Miguel de Cervantes)

Metamorfoses (Franz Kafka)

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.