quarta, 17 de julho de 2024

Campanha da Pólio Plus foi comemorada mundialmente no dia 24

Publicado em 02 nov 2015 - 01:10:46

           

José Luiz Martins

No início da década de 80 o Rotary começou a planejar o mais ambicioso programa de sua história: imunizar todas as crianças do mundo contra a poliomielite. A idéia demandava a colaboração de órgãos de saúde internacionais, nacionais e locais, sob a orientação e assessoria de Albert Sabin, que descobriu a vacina oral antipolio. 

O Rotary criou o Programa Pólio Plus em 1985. O papel do Rotary nessa iniciativa é cada vez maior. Inicialmente, a entidade se propôs a atuar como elemento catalisador, providenciando dinheiro para a vacina e apoio aos voluntários para tentar superar os problemas de distribuição.

Um subsídio da Fundação Rotária financiou grupos de especialistas da OMS – Organização Mundial da Saúde, entidade que está à frente da iniciativa global. Quando o Rotary lançou o programa Pólio Plus em 1985 ocorriam 350.000 casos de pólio por ano, ou seja, 1.000 por dia, em mais de 125 países. Ao longo de mais de 20 anos, houve uma redução de mais de 99% no número de casos. 

Hoje a doença continua endêmica em apenas 2 países: Afeganistão e Paquistão. Este é o índice mais baixo verificado na história e está limitado a algumas regiões de cada um desses países. O Brasil foi um dos primeiros países a erradicar a pólio com estratégias de vacinação.

A primeira campanha nacional foi realizada em 1980. Até a década de 1970, registrava-se cerca de 2 mil casos da doença no Brasil. O último caso brasileiro aconteceu em 1989 na Paraíba. Desde 1984, o país mantém o Certificado emitido pela OMS de erradicação da doença. 

O Brasil é um dos únicos países da América Latina ao lado da Argentina e Uruguai que iniciou a substituição da vacina contra a pólio da forma oral para a injetável. A recomendação da OMS é que a nova forma seja utilizada de exclusivamente quando a doença for erradicada em todo o mundo. A diferença entre as duas é que a oral é produzida com vírus vivos atenuados e a injetável com vírus inativados. Com a mudança, o pequeno risco de eventos raros como casos de paralisia associados à vacina deixa de existir. 

O Rotary está envolvido desde o inicio no processo oferecendo apoio aos países que ainda registram casos de pólio. A conquista da erradicação no Brasil é um exemplo para outros países do mundo. Com a criação do Plano Estratégico de Erradicação da Pólio em 2013, o Rotary reforçou o compromisso em contribuir e trocar experiências para alcançar a erradicação da doença até o fim de 2018. Dia 24 de outubro é o Dia Mundial de Combate a Pólio. 

Os membros do Rotary Clube de Ourinhos, que no dia 22 completou 75 anos de serviços à humanidade, se orgulham de fazer parte dessa conquista.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.