sexta, 21 de junho de 2024

Capitão Augusto apela para Rodrigo Janot cobrar decisão do STF contra pedágio ilegal

Assessoria de Comunicação

Há 15 anos, os usuários da praça de pedágio instalada na divisa dos estados de São Paulo e Paraná, município de Jacarezinho, distrito de Marques dos Reis, sofrem com uma das tarifas mais altas do país. A empresa que explora o pedágio, a concessionária Triunfo, mantém a cobrança de R$ 19,30 para veículos de passeio. Veículos com 4 eixos pagam R$ 38,60. Mas não é só isso. Ações na justiça contestam a legitimidade dessa praça que só está em operação graças a uma liminar concedida pelo polêmico juiz do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.

Na espera política, em nível estadual ou federal, o único parlamentar que briga para a retirada dessa praça de pedágio é o deputado federal Capitão Augusto (PR), que tem base eleitoral na região de Ourinhos/SP. Desde que assumiu sua cadeira na Câmara Federal ele tenta viabilizar a retirada do pedágio, se reunindo e cobrando das autoridades que cuidam do caso e fazendo discursos inflados da tribuna da Câmara.

JANOT – Nesta terça-feira, às 17h, Capitão Augusto será recebido pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, para tratar do assunto. O deputado ourinhense vai pedir a Janot que pressione o Supremo Tribunal Federal para executar a sentença nesse caso que ele chama de “novela”. O deputado alega que “esse pedágio já perdeu o direito de funcionar em primeira instância, em Ourinhos, na Justiça Federal, e em segunda instância, em Curitiba. E nós só estamos pedindo agora que o Supremo cumpra o que ele mesmo determinou: que condenação em segunda instância já está passível de ser executada”, disse o deputado.

Na última quinta-feira, Capitão Augusto voltou a carga acusando da Triunfo de “estar saqueando” os usuários da rodovia e os moradores da região com um valor de pedágio abusivo e com uma cobrança ilegal, já que que a praça originalmente era para estar instalada próximo à cidade paranaense de Andirá.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.