terça, 18 de junho de 2024

CATI comemora o Dia do Produtor Rural

Da redação

A Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) do Estado de São Paulo, comemora neste dia 28 de julho, o Dia do Produtor Rural. Presente em quase todos os municípios paulistas e reconhecida por sua grande atuação em extensão rural, a instituição não poderia deixar de destacar uma das datas de maior importância em seu calendário, afinal, todo o trabalho realizado pela CATI visa atender ao produtor rural, de acordo com sua missão que é a de “Promover o desenvolvimento rural sustentável por meio de programas e ações participativas, com envolvimento da comunidade, de entidades parceiras e de todos os segmentos dos negócios agrícolas”.

Para homenagear os produtores paulistas, as Regionais da CATI farão diversos tipos de eventos e alguns deles contarão com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. Serão Dias de Campo, palestras, missas, entrega de placas, entre outras atividades. “Todos os dias deveríamos comemorar a existência desses profissionais do campo, afinal, por causa deles é que a nossa instituição existe e podemos desempenhar o nosso trabalho, que é de apoio e parceria. Por meio do trabalho árduo de milhares de famílias rurais é que as pessoas se alimentam, se vestem e se locomovem diariamente”, ressaltou José Carlos Rossetti, coordenador da CATIA agricultura paulista tem uma grande importância na economia brasileira, graças ao trabalho do produtor rural. O Estado de São Paulo responde por 20% do que é produzido no Brasil e ainda possui uma participação de quase 20% no total das exportações do agronegócio brasileiro, sendo o maior exportador nacional de carne bovina (24,43% em 2014), o segundo maior produtor nacional de café arábica e o terceiro maior produtor de carne de frango. “Esses números mostram como esses profissionais fazem de suas atividades não somente uma fonte de renda, mas, acima de tudo, um compromisso de amor com a terra, com a produção e com a natureza. Nós reconhecemos que a história da agricultura paulista se confunde com a do Estado de São Paulo, por todo o seu acolhimento dos imigrantes, pelas mudanças nas formas de produção, por introduzirem novas culturas, que impulsionaram a industrialização e o desenvolvimento da nossa agricultura diante do cenário nacional”, destacou Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo.

É importante destacar que o Estado é o maior produtor nacional de: cana-de-açúcar (56,2% da produção brasileira e maior produtor mundial); etanol (50,6% da produção brasileira); açúcar (63,5% da produção nacional); laranja (74% da produção nacional e maior produtor mundial); suco de laranja (56% da produção mundial); ovos (39% da produção brasileira); borracha natural (53%); frutas de mesa (limão, abacate, tangerina, goiaba, figo).

Ações da CATI em prol do produtor paulista

Os produtos e serviços da CATI estão à disposição dos agricultores e pecuaristas nas 594 Casas da Agricultura, nos 40 Escritórios de Desenvolvimento Rural e nos 21 Núcleos de Produção de Sementes e Mudas distribuídos em todo o território paulista, onde técnicos orientam e proporcionam ações práticas de desenvolvimento sustentável do agronegócio, de acordo com a realidade de cada região.

São muitos os exemplos de agricultores atendidos pela CATI, consolidados no mercado e satisfeitos com seus resultados. Edson e Emerson Cogo, proprietários do Sítio São José, em Campinas, dão sequência à tradição familiar no campo e produzem frutas como goiaba, pêssego, seriguela, além de outras culturas como abobrinha, quiabo e feijão. A orientação dos extensionistas da CATI já faz parte da rotina de trabalho da família há 23 anos. “A ajuda que recebemos dos técnicos é muito importante, tanto que a CATI transformou-se em uma referência para o desenvolvimento das nossas atividades”, afirmou Edson.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.