quinta, 22 de fevereiro de 2024

Chuvas castigam a região na noite de quinta-feira, 15

Marcília Estefani

A forte chuva que atingiu a região na noite de quinta-feira, 14, em menos de duas horas derrubou aproximadamente a quantidade de água esperada para todo o mês de março. Após o forte temporal, foram registrados muitos pontos de alagamento, mas felizmente nenhuma vítima.

Novamente Marília foi atingida pelo forte temporal que alagou pelo menos duas casas, uma delas na Rua dos Gerânios, onde havia três crianças dentro, que não se feriram.

As avenidas da República e João Ramalho também ficaram alagadas e intransitáveis. O teto de um supermercado na zona sul da cidade cedeu e carros ficaram presos em meio à enxurrada, as pessoas assustadas caminhavam pela água para buscar socorro.

O residencial Casa Blanca foi novamente invadido pela enxurrada, mobilizando os moradores que lutavam para impedir que mais água entrasse em suas residências.

Na SP 294 a água também subiu rápido pegando os motoristas de surpresa e interditando a rodovia. A BR 153, trecho urbano, também ficou alagada, e os veículos ficaram todos parados pelo acostamento.

Em Tupã choveu tão forte que ocorreram alagamentos por toda a cidade, carros ficaram embaixo d’água, um motociclista foi arrastado pela água junto com sua moto. Uma creche, do Bairro Vila Santa Rita foi atingida e as aulas foram canceladas para que os funcionários possam fazer a limpeza.

Um supermercado foi invadido pela água, carros foram arrastados pela enxurrada e em um dos veículos havia passageiros. Várias casas ficaram alagadas e moradores perderam móveis. Uma rua que acabou de ser recapeada teve o asfalto todo retirado. 

No Centro também houve alagamento e a enxurrada derrubou o muro do Museu Solar Souza Leão. Na avenida Lélio Pizza também teve registro de alagamento.

Para esta sexta-feira, ainda conta possibilidades de chuvas fortes.

(Com conteúdo G1/Visão Notícias)

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.