quinta, 18 de julho de 2024

Coluna Poucas & Boas 16/10

Publicado em 16 out 2015 - 04:33:59

           

SALÁRIO DE VEREADORES – Depois de quase dois meses se fingindo de mortos e indiferentes ao barulho dos rojões e gritaria na plateia da Câmara, parece que os vereadores estão dispostos a reduzir os salários daqueles que ocuparão o cargo a partir de 2017. Depois de uma reunião reservada com integrantes da Maçonaria, vários vereadores discursaram afirmando que são favoráveis à redução dos salários. Ainda não foi decidido o valor que será fixado como salário dos vereadores da próxima gestão. 

LUTA LIVRE – A apresentação de proposta de redução dos salários deverá pôr fim ao verdadeiro ringue de luta em que se transformaram as sessões da Câmara. O que se lamenta ao final disso tudo é que uma manifestação que poderia ser legítima e servir como aprendizado de organização popular tenha sido incentivada pela fúria dos donos de jornais, sites e rádios que não mediram esforços na tentativa de desmoralizar os vereadores. Os proprietários de órgãos de imprensa financiados pela Prefeitura têm medo de perder a mamata com a denúncia feita pela Câmara a respeito dos altos valores que recebem.  

SERÁ QUE VÃO? – Será que o grupo de empresários e maçons que acompanhou as últimas sessões da Câmara manifestando preocupação com a forma como é gasto o dinheiro público vai continuar a empreitada cívica exigindo da Prefeita Belkis providências para uma melhor aplicação do dinheiro dos ourinhenses? A Prefeitura gasta mal o dinheiro que pagamos como impostos. É só conferir o elevado número de cargos em comissão, motivo de críticas e até de intervenção do Ministério Público. Até agora Belkis não tomou providências para fazer economia. Vai ver que a cidade não está precisando de asfalto, remédios, iluminação pública….

CANDIDATOS NA MOITA – Nos últimos meses as sessões da Câmara têm sido um verdadeiro furdúncio. A hostilidade com que os vereadores têm sido tratados e o incômodo de conviver com a agressividade da plateia está afastando muitas pessoas que gostariam de sair candidatos na próxima eleição. Se o salário baixar muito, quem se arrisca?

QUEM SERÁ? – Os pagamentos de altos valores para jornais, rádios e sites têm sido denunciados pela Câmara há muitos meses. Pelas quantias elevadas que são pagas com dinheiro público e por tudo o que significa de imoralidade, já passou da hora da Câmara instaurar uma CPI a respeito do assunto. Apesar disso, a CPI não acontece porque falta um voto para sua aprovação. Quem será o vereador omisso? 

TRABALHANDO – O trabalho da atual legislatura da Câmara Municipal tem sido muito diferente daquelas de anos anteriores. Os vereadores investigaram e denunciaram desvios, mostrando dados embasados em documentos e pesquisas. Além de revelarem a corrupção existente entre Prefeitura e órgãos de imprensa, a Câmara também escancarou o escândalo do vale-transporte, que desviou quase R$ 4 milhões de reais dos cofres públicos. 

PESADELO – As chuvas das últimas semanas voltaram a provocar pesadelos nos moradores dos bairros da cidade. Está muito difícil transitar em algumas ruas do Jardim Europa ou Itamaraty, e essa realidade se repete na maioria dos bairros. A principal queixa dos motoristas é com as despesas para reparar seus veículos, constantemente danificados pelos buracos nas ruas, e pela aparência de sujeira e abandono dos bairros. 

ARROZ COM FEIJÃO BEM FEITO – Faltando menos de um ano para as próximas eleições, alguns nomes são lançados como candidatos a prefeito. O eleitor está arisco e não tem se entusiasmado. Com a situação de abandono da cidade, se o escolhido nas próximas eleições conseguir fazer o básico “arroz com feijão” em seu mandato já poderá se considerar vitorioso. 

MAUS LENÇOIS – O Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitou as contas do último ano do mandato do prefeito Toshio. Recordista de contas rejeitadas, Toshio conseguiu se safar com a aprovação de suas contas pela Câmara em sucessivos anos de seus mandatos. Agora a situação é mais complicada, já que sua pupila Belkis não tem o apoio da maioria dos vereadores, o que significa que Toshio pode ficar em maus lençóis.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.