sábado, 15 de junho de 2024

Coluna Poucas & Boas

FALTA PEITO – O vereador Ignácio J. B. Filho disse em sessão da Câmara que a prefeitura não “tem peito” para fiscalizar e autuar o dono de um ferro velho com veículos apreendidos no Jardim Santa Fé, local de possível criadouro de mosquitos que provocam a dengue. O nome do proprietário é Lucca Jr, fornecedor da Prefeitura e conhecido doador de recursos para campanhas políticas.

ATÉ TU? – Até o vereador Alexandre enfermeiro, da base aliada da prefeita Belkis, está perdendo a paciência com o engenheiro Edson Carnevalle, secretário de serviços urbanos. “Existe uma desordem total nessa Secretaria”, acusou o vereador.

FALTOU CORAGEM – Na última sessão da Câmara o vereador Flávio Ambrozim manifestou seu apoio à necessidade de valorizar os professores e a educação. Disse que os baixos salários são pagos pelos governos federal e estadual. Teria se saído melhor se sugerisse para a Prefeita Belkis que fizesse diferente em Ourinhos, e pagasse um salário digno para os professores municipais. Não teve coragem.

PREÇO DE OURO – O vereador Esquilo denunciou que a secretaria de obras alugou uma máquina para retirar galhos da cidade ao preço de 450,00 ao dia, e que a máquina vive quebrada e encostada sem uso no pátio da secretaria há mais de um ano. Enquanto isso, os ourinhenses pagam o prejuízo.

PÉROLAS I – Falando a respeito da construção do prédio para funcionar o IML em Ourinhos, o vereador Cido do Sindicato explicou que o projeto “vai beneficiar os vivos, os mortos e também os trabalhadores da construção civil”.

PÉROLAS II – Segundo o vereador médico Salim Mattar, a cidade de São Paulo é a culpada pela epidemia de dengue em Ourinhos, já que não cuidaram da saúde pública e a doença se espalhou. Na ânsia de poupar o governo ourinhense, Salim culpou os paulistanos e o prefeito Haddad. Era o que faltava.

DECADÊNCIA – Tido como um dos teatros mais bonitos do Estado, o Teatro Municipal de Ournhos está num abandono de dar dó. Logo no início de sua gestão, o secretário de Cultura mandou pintar a fachada. Deve ter acabado a tinta, pois as paredes laterais foram pintadas só pela metade. Se não bastasse, as janelas de madeira da frente do Teatro estão apodrecendo e falta manutenção nos banheiros e em todo o espaço que se deteriora a olhos vistos. Uma pena. 

E O LAGO? – O lago da Fapi secou, e os ourinhenses acompanharam perplexos esta morte anunciada. A falta de água expôs o que todo mundo já sabia: o lago está completamente assoreado. A prefeitura disse que vai limpar, mas não existe previsão para o início. Outra lástima ambiental. E pensar que o município conquistou o Selo Verde!

TROCA TROCA – A substituição do titular da pasta da secretaria de esportes não acalmou os ânimos dos descontentes. Os vereadores pedem a cabeça de outros secretários. O motivo? Incompetência para o cargo.

MUDA OURINHOS – O ourinhense Leandro Bulqui faz denúncias diárias nas redes sociais exigindo um serviço público de qualidade. Ele encabeça um movimento que recebeu o nome de “Muda Ourinhos”. Há algumas semanas Bulqui mostra vídeos mostrando a situação de um imóvel administrado pela Secretaria da Saúde, localizado à rua 13 de dezembro. A calçada acumula água de chuva representando perigo em tempos de dengue. O próprio munícipe providenciou a retirada de um monte de entulho que estava na frente do imóvel dificultando a passagem de pedestres.

FALTA PLANEJAMENTO – A epidemia de dengue que se alastra pela cidade mostra que a Prefeitura falhou em tarefas rotineiras como cuidar da limpeza da cidade e de prédios públicos, realizar campanhas eficientes de prevenção, fiscalizar e multar quem deixa água parada dando chances para a proliferação do mosquito. Em outras cidades da região a situação está sob controle. Nessas cidades as prefeituras têm feito a lição de casa.

ESCREVENDO BOBAGENS – Tem assessor da prefeitura se especializando em escrever bobagens nas redes sociais. Recentemente o arquiteto Gustavo Gomes, o “urbanista”, escreveu em seu perfil no facebook que o grande mal da política é o legislativo. Segundo ele, esses políticos só buscam vantagens pessoais e corrompem pessoas e empresas. Será que os vereadores de Ourinhos concordam com essa afirmação? Como defensor da “moralidade”, e representante do executivo, colocou todos no mesmo saco.

INFELIZ ANIVERSÁRIO – Com uma pitada de bom humor, mas muita indignação, os moradores que tiveram danos em suas casas e prejuízos causados pelo “tornado” de setembro do ano passado “comemoraram” na segunda-feira (22) o aniversário dos 150 dias da “desventura”. O parabéns pra você teve bolo e vela apagada para lembrar que passado todo esse tempo a prefeitura nada realizou para evitar que uma nova tragédia aconteça ali. Prometem nos próximos dias outra “festa” para os “171” dias do episódio.

JORNALISMO CHAPA BRANCA – As entrevistas coletivas convocadas pelo executivo têm sido muito concorridas pelos 15 orgãos de imprensa e comunicação da cidade. A sala de reuniões da prefeitura fica cheia de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas marcando presença. O curioso é que com exceção das rádios e do NovoNegocião, os jornais e sites presentes, apesar de estarem ali para produzirem reportagens, limitam-se a divulgar em suas páginas os releases produzidos pela assessoria de imprensa da prefeita. 

 

 

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.