quinta, 18 de julho de 2024

Comerciante planta 200 árvores em área da prefeitura

Publicado em 23 jan 2015 - 03:58:17

           

Hernani Corrêa

O comerciante Bruno de Moraes Serafim, futuro morador do Jardim São Silvestre tomou uma iniciativa que deveria ser seguida por todos. Com a ajuda de alguns colaboradores de sua empresa, que também doaram a mão de obra, ele plantou 200 mudas de árvores no sábado, 17, na parte da manhã.

As árvores foram plantadas em área verde da prefeitura, na Avenida Getúlio Vargas próximo ao Fórum de Ourinhos. Avisada, a reportagem compareceu ao local e flagrou quatro homens, debaixo de um sol de mais de 35 graus, furando buracos, plantando e estercando as 200 mudas.

Motivo da iniciativa – Questionado sobre o que o levou à essa iniciativa, Bruno afirmou que: “Nós precisamos reparar no que está acontecendo no nosso planeta, com o aquecimento global, a falta de água e o ar seco. Se nos informarmos um pouquinho, vamos perceber que estão acabando com o meio ambiente. Estamos simplesmente fazendo algo para os meus filhos e os de todo o mundo, para que sirva de exemplo e todos plantem e cuidem de pelo menos uma árvore em frente à sua casa, duas ou três no final de semana, é rapidinho, pois vamos plantar 200 aqui em apenas 5 horas”.

Outro voluntário – Renildo de Jesus Petreca, voluntário e colaborador da empresa de Bruno, declarou que “futuramente vai trazer benefícios não só pra nós mas para todos os nossos filhos, com sombra e água”.

Opinião dos moradores – No momento dos trabalhos, as pessoas passavam e observavam e cada um tinha uma opinião a respeito. João Antônio, morador do bairro, criticou: “Essa crítica é construtiva, primeiro porque estamos carentes de áreas verdes na cidade, mas acho que essa área verde seria melhor colocada em mananciais, próximo a lagos, como na Fapi, onde foram cortados os eucaliptos, que sugam a água. Antes de fazer isso aqui, deveria iluminar o local, porque quando elas crescerem, vão fazer sombra de dia, mas a noite vão possibilitar que alguém fique escondido. Aqui é um lugar que tem uma vista maravilhosa e elas vão tirar essa visão. Outra coisa é que poderia ser instalada uma pista de caminhada aqui e com certeza depois será um local que ficará bonito e os noivos virão para fazer fotos logo após o casamento”, disse.

“Considero boa a iniciativa, pois no futuro, vai servir pra muita gente. Eu gosto muito de árvores, moro próximo e cuido sozinho de umas 50 em uma área grande, também da prefeitura”, elogiou Milton Aparecido Elias.

Pós trabalho – Preocupada com a possível perda de todo o trabalho, pelo fato das árvores terem que ser aguadas daqui pra frente, a reportagem questionou o comerciante. “Nós sempre esperamos que a prefeitura colabore, mas como futuro morador do bairro, vamos fazer reuniões com os outros para que todos ajudem a cuidar. Quando essas árvores crescerem, o ar que passar por elas já muda e poderemos respirar melhor, mais fresco. O trabalho e a conscientização tem que ser urgente, olha quantas áreas verdes temos ao nosso redor só aqui nessa região. Quanto a iluminação destas ruas, se tiver boa vontade da prefeitura e CPFL, é simples de instalar”, alerta Bruno.

Falta de colaboração da prefeitura – Perguntado se não considera que está faltando colaboração da prefeitura, pois ele utilizou material seu, como a madeira para calçar as árvores, caminhão, containers, pessoal, combustível, tudo por sua conta, Bruno disse que a prefeitura roçou o terreno, doou as mudas e um caminhão de água da SAE, para aguar as plantas logo após o plantio. “Vim domingo aqui para acompanhar a roçada, tive que ficar ligando, cobrando, senão a coisa não anda”, esbravejou.

Outro lado – A Secretaria de Meio Ambiente, através de Wanderlei Perez, diretor de agricultura, informou que estava programado para março o plantio destas árvores naquela região, devido à falta de mão de obra que, acredita, será suprida com os aprovados em concurso realizado pela prefeitura nesse mês. Assegurou ainda que Bruno, o comerciante, foi orientado em relação ao plantio.

Perez se comprometeu ainda a fiscalizar a prefeitura que deverá molhar as mudas regularmente, dia sim, dia não.

Ao final, o comerciante Bruno de Moraes Serafim citou uma frase que, segundo sua opinião, deve ser marcada e lembrada por todos: “Qualidade de vida começa pelo meio ambiente, com ar puro”.

 

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.