quarta, 22 de maio de 2024

Comércio vive expectativa para o Dia dos Namorados

Assessoria de Comunicação

O Dia dos Namorados, comemorado no dia 12 de junho, é considerada a terceira melhor data do ano para vendas, perdendo apenas para o Natal e Dia das Mães. No ano passado, as vendas não foram tão animadoras em razão da Copa do Mundo, cuja abertura coincidiu com o dia. Para 2015, mesmo com a recessão econômica, os comerciantes mantém o otimismo e aguardam com boas expectativas a data. Para atrair os consumidores, algumas vitrines já exibem frases alusivas e atrativos aos namorados.

Geralmente nesta época do ano, a estação mais fria colabora com a venda de vestuário que acaba sendo o setor mais procurado. Além das roupas e acessórios, perfumes e celulares também encabeçam a lista dos produtos mais cobiçados. Além disso, outros segmentos acabam sendo beneficiados, como as floriculturas e restaurantes.

De acordo com a Pesquisa de Intenção de Compras divulgada ontem pelo Observatório Econômico da Universidade Metodista, o preço médio de cada presente deve ser de R$ 198, ante R$ 205 do período anterior – queda real de 10,6%. Já o gasto total planejado para a data passou de R$ 214 para R$ 229.

A pesquisa revela ainda que o uso do cartão de crédito aumentou na escolha dos clientes como forma de pagamento dos presentes, enquanto o dinheiro em espécie teve queda na preferência. De acordo com o presidente do Sincomércio de Ourinhos, Fred Correa Leite, “o cartão de crédito acaba sendo a forma mais utilizada pelos consumidores em razão do parcelamento da compra. Com a renda apertada, o consumidor adequa as parcelas de acordo com o seu orçamento e evita a inadimplência”.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.