quarta, 21 de fevereiro de 2024

Coquetel foi realizado para o lançamento do festival Festa na Mesa

Um festival gastronômico com 11 restaurantes participantes

Juliana Neves

Na noite de segunda-feira, 14, aconteceu coquetel de lançamento da 4ª edição do Festival Gastronômico Festa na Mesa. Um evento que tem início marcado para o dia 24 de outubro e termina em 10 de novembro.

O coquetel foi realizado na sede da Secretaria Municipal de Cultura, e aqueles que chegavam eram recepcionados por uma mesa de salgadinhos, refrigerantes e bebidas.

Convidados no hall de entrada

No hall de entrada havia uma estante enfeitada com porta guardanapos, que foram desenvolvidos especialmente para os 11 restaurantes participantes do festival, com a logo do estabelecimento e do Festa na Mesa.

Os porta guardanapos

O objetivo do festival é promover a gastronomia ourinhense. “Estes restaurantes elaboraram dois pratos especiais de entrada, principal e sobremesa, feitos pelos melhores chefes dos estabelecimentos, para que a nossa comunidade e os visitantes da região conheçam uma gastronomia diferenciada”, afirma Fred Leite, secretário de desenvolvimento econômico, trabalho e turismo.

Fred Leite, secretário do desenvolvimento econômico, trabalho e turismo.

O evento também tem potencial para movimentar a economia do município, segundo o secretário. “O turismo e a gastronomia atrai muitos visitantes para a nossa cidade e temos uma rede de restaurantes muito grande. Então, isso traz divisa e investimento”.

Christiane Bombonatti, presidente do Conselho Municipal de Turismo.

“Esse evento representa para Ourinhos o turismo em atividade e estes pratos são elaborados para as pessoas terem acesso a um menu de R$38,90, independente do preço do cardápio do local”, avalia Christiane Bombonatti, presidente do Conselho Municipal de Turismo, o CONTUR.

Os alimentos que eram servidos no coquetel

O diferencial do Festa na Mesa é a participação de um coordenador técnico que se faz presente na elaboração dos cardápios de cada restaurante, com atitudes de ajuda para que o resultado final agrade a população e não haja duplicidade de pratos entre os participantes do festival.

Daniel Abujamra, coordenador técnico do Festa na Mesa.

“Eu absorvo estes cardápios depois de confeccionados e faço uma análise, uma correção para não ter duplicidade e tentamos dar uma modificada, mas cada ano que passa fazemos adaptações, inserimos novas regras e no fim sempre dá tudo certo, com cada restaurante pensando e elaborando os seus pratos”, finaliza Daniel Abujamra, o coordenador técnico.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.