sexta, 08 de dezembro de 2023

Criança que ingeriu “diabo verde” está fora de perigo

Renata Tiburcio

O pequeno Miguel, de três anos, que ingeriu o líquido usado para limpar forno conhecido como “Diabo Verde” na tarde de segunda-feira, 19/10, permanece internado na UTI da Santa Casa de Ourinhos, mas segundo a mãe está reagindo muito bem ao tratamento e está fora de risco.

De acordo Claudinéia e o Pastor Maurinho, pais de Miguel, o filho permanece internado na UTI, mas está respondendo ao tratamento, conversa, brinca e até pede mama, gosta de leite com açúcar. Os médicos afirmam que ele ainda não tem previsão de alta, mas está respondendo muito bem.

Diante da falta de informações sobre como agir nesses casos o radialista Edu Bala, que estava ao vivo com o pediatra Dr. José Luiz de Lima aproveitou a ocasião e pediu para o médico explicar como agir nesse caso. Dr. José Luiz orientou que em hipótese alguma os pais devem dar leite ou água para a criança após ingerir qualquer produto químico e a vítima deve ser rapidamente levada até a Santa Casa.

Relembre o caso:

Um garotinho de apenas três anos de idade que ingeriu o líquido usado para limpar forno, conhecido como “Diabo Verde” na tarde de segunda-feira, 19/10, permanece internado na UTI da Santa Casa de Ourinhos.

Nossa reportagem conversou com a mãe do garotinho que explicou que seu filho estava na casa da tia, sendo que a mesma colocou uma quantidade do produto citado dentro de um copo de Danone debaixo da pia, e sem perceber a criança ingeriu pensando que fosse Danone.

A mãe só tomou conhecimento do que havia ocorrido quando seu filho mais velho retornou para a casa acompanhado do irmão e disse que ele estava vomitando, que havia bebido um líquido. Neste momento, ela foi até a casa da irmã e pegou nas mãos a embalagem plástica onde estava o produto químico.

“Imediatamente pegamos o carro e corremos para a UPA, ele foi atendido imediatamente e em seguida levado para a Santa Casa, onde permanece internado na UTI, mas de acordo com os médicos ele está recuperando”, relatou a mãe.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.