domingo, 21 de julho de 2024

Cultura realiza neste mês o “Bate-Volta Cultural”

Publicado em 20 jan 2015 - 01:11:12

           

Da redação

Está sendo lançado este mês: o “Bate-Volta Cultural”, uma excursão com duração de um dia que objetiva dar acesso a crianças e adolescentes ourinhenses a importantes equipamentos culturais da capital do Estado. Serão realizadas duas viagens neste mês de janeiro, dias 27 e 30.

Cerca de 70 alunos do projeto da Prefeitura, Vila de Cultura viajarão nas duas datas, acompanhados de monitores e coordenação. Segundo o secretário municipal de Cultura, Fernando Cavezale, durante a viagem os alunos conhecerão diversos espaços culturais. “Eles visitarão a Pinacoteca do Estado, o Museu da Língua Portuguesa, o Memorial da Resistência e a Casa das Rosas. De quebra almoçarão no restaurante da Sala São Paulo, uma das mais importantes salas de concerto do País.” 

A ação envolverá alunos do projeto Vila de Cultura, que oferece diversos cursos na área artística, mas que também propõe ações transversais como essa que possibilita outras experiências e que contribuem com a formação cultural dos participantes.

O Secretário explicou ainda quais atrações possui em cada lugar que as visitas serão realizadas. “Durante o passeio na Pinacoteca, os alunos do Vila de Cultura conhecerão o acervo permanente de artes visuais e as mostras atualmente em cartaz, como a de Roberto Burle Marx (Uma vontade de beleza) e a do badalado artista Ron Mueck, conhecido por suas esculturas de representação humana. Já no Museu da Língua Portuguesa além de exposições da temporada, terão acesso a roteiros como o que apresenta o surgimento e a evolução da língua portuguesa, entre diversas atrações multimídia relativas à linguagem. No Memorial da Resistência, instalado no mesmo prédio que abrigou o DEOPS/SP (Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo), uma das polícias políticas mais truculentas do País, os alunos terão contato com referências históricas da repressão política no Brasil, sobretudo no período da ditadura militar (1964/1985).”

 O roteiro do “Bate-Volta Cultural” se encerra na Avenida Paulista, no Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura (Casa das Rosas), que abriga o acervo bibliográfico pessoal do poeta que homenageia e promove trabalho de difusão e promoção da literatura, sobretudo a poesia.

Vila de Cultura – O projeto Vila de Cultura atende até o momento cerca de 250 alunos a partir de duas “Vilas” em funcionamento desde o início de 2014 em bairros periféricos da cidade. Foram criadas Vilas de Cultura nas zonas leste (Jd. São Carlos e Boa Esperança) e oeste (Vila São Luiz e Itajobi). A meta para este ano é colocar em funcionamento mais duas “Vilas”, uma na região sul (Jd. Itamaraty e Parque Pacheco Chaves) e outra na região norte (CDHU da Vila Brasil e Jd. Anchieta). São oferecidos cursos de pintura em tela, desenho artístico, teatro, percussão, canto coral, capoeira e danças urbanas, por enquanto, conforme o secretário.

As Vilas de Cultura compõem uma das políticas públicas do Governo Belkis e foram criadas para democratizar a Cultura no município. De acordo com a prefeita, a circulação de atividades artísticas é grande em Ourinhos, mas muitos ainda não têm acesso a ela, inclusive pela distância de suas residências em relação aos equipamentos de Cultura. “Com o Vila de Cultura estamos ampliando o atendimento à população nessa área tão importante para a formação de nossos jovens, e o ‘Bate-Volta Cultural’ vem somar nesse sentido”, finaliza a prefeita Belkis.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.