domingo, 19 de maio de 2024

Deputado continua luta em defesa da regularização da fosfoetanolamina sintética

Assessoria de Comunicação

O deputado estadual Ricardo Madalena esteve em Brasília no dia 29 de outubro, quando participou da audiência pública sobre a descoberta e o desenvolvimento de pesquisa da Fosfoetanolamina Sintética – substância apontada como a possível cura para o câncer -, promovido pela Comissão de Ciência e Tecnologia e de Assuntos Sociais, no Senado. “Estamos lutando para que sejam feitos os testes e estudos necessários para a liberação do fornecimento da Fosfoetanolamina Sintética para os pacientes com câncer, e até já solicitei uma audiência com o Governador Geraldo Alckmin para tratarmos dos assuntos pertinentes a essa substância”, revela Madalena.

Estiveram presentes no debate alguns pacientes que utilizam a substância e diversas autoridades sobre o assunto, entre eles, Prof. Gilberto Chierice, Dr. Renato Meneguelo, Oncologista clínico e Mestre em Bioengenharia pela USP, que iniciou o trabalho de testes pré-clínicos da Fosfoetanolamina Sintética e apresentou os resultados positivos decorrentes dos testes; também expôs casos de melhoras significativas de seus pacientes que vêm utilizando a substância no tratamento. “Esperamos que, no futuro, a Fosfoetanolamina Sintética se torne um medicamento e possa ser prescrita pelos profissionais da medicina, trazendo mais esperança para os pacientes e para todos os afetados por essa terrível doença que é o câncer”, aposta o deputado Madalena.

Primeira vitória – No dia 9 de outubro, o desembargador José Renato Nalini, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, respondeu apelo oficial do deputado Ricardo Madalena, reconsiderando o pedido de suspensão de liminares que autorizavam a entrega da fosfoetanolamina sintética para pacientes com câncer. “Nada obstante as ponderáveis razões oferecidas pela comunidade científica e que levaram a Presidência do Tribunal de Justiça a atuar com prudência diante de algo ainda suscetível de comprovada ação terapêutica, a reação dos pacientes e familiares me sensibilizou e optei por liberar a questão ao discernimento de cada juiz chamado a apreciá-la”, descreve Nalini ao concluir: “Espero que os resultados sejam efetivamente os esperados e que os acometidos dessa terrível enfermidade possam vir a ser curados, anseio planetário de nossa turbulenta era”, ressalta Nalini.

O deputado Ricardo Madalena manifestou sua alegria com a nova decisão do TJ paulista. “Agradeço imensamente o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador José Renato Nalini, que atendeu nosso pedido e reconsiderou sua decisão, trazendo esperança a centenas de pessoas”, reconheceu o parlamentar paulista, na época.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.