fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Diocese de Ourinhos divulga nota de esclarecimento sobre caso que envolve Frei em Santa Cruz

De acordo com a nota, o religioso está arrependido e à disposição da justiça

 

Da redação

 

Na tarde desta terça-feira, 10/5, a Diocese de Ourinhos e a Ordem dos Frades Pregadores, se manifestaram novamente a respeito do caso do padre responsável pela Paróquia São Sebastião de Santa Cruz do Rio Pardo.

Em nota de esclarecimento, foi informado que Frei Gustavo Trindade dos Santos, que pertence à ordem dos Frades Pregadores foi afastado de suas funções religiosas, e que está disposto a colaborar com a justiça.

O Frei é acusado de ter perseguido e atropelado Ângelo Marcos dos Santos Nogueira, 40 anos, após o mesmo ter arrombado uma das janelas da casa paroquial e furtado peças de roupas. O autor fugiu sem prestar socorro.

O carro utilizado por Frei Gustavo, 37 anos, ordenado há apenas 1 ano, foi encontrado pela justiça na segunda-feira, 9, após seus advogados terem se apresentado à polícia. O veículo estava no estacionamento do Colégio Dominicano, nas dependências do Santuário Nossa Senhora de Fátima, e foi apreendido e encaminhado para perícia. O religioso e esperado para prestar depoimento a qualquer momento.

O atropelamento é investigado como tentativa de homicídio e o Frei também pode responder por omissão de socorro.

De acordo com a nota divulgada, o religioso está arrependido por suas ações, e pede a união da comunidade em oração pela recuperação de Ângelo.

A polícia encaminhou o pedido de prisão preventiva do Frei ao Ministério Público, que recomendou o indeferimento. O pedido de prisão vai ser avaliado pela Justiça.

Apesar de estar internado em estado grave na UTI na Santa Casa, Ângelo foi preso em flagrante pelo crime. A polícia investiga o furto praticado pela vítima, e se ele seria também autor de um outro furto ocorrido na mesma paróquia no dia anterior. Ele deve passar por audiência de custódia quando receber alta.

 

Veja a seguir na íntegra, a nota de esclarecimento publicada pela Diocese.

 

 

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.