sexta, 01 de março de 2024

DISE prende 11 por tráfico de drogas durante “Operação de Campos”

A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Ourinhos – DISE, com apoio dos Civis da Seccional, Central de Polícia Judiciária e Delegacia de Investigações Gerais- DIG, desmantelou uma quadrilha durante a ação denominada “Operação de Campo” que atuava no tráfico de drogas da cidade. A Polícia Civil investigava Marcelo Marcante, conhecido como Marcelinho Facada, que estava preso em Bauru e atuava de dentro do presídio fazendo o comércio de droga, e cobrando aluguel por pontos de tráfico na cidade. As investigações resultaram no total de 11 pessoas presas, dentre elas um menor de 17 anos. Seis integrantes da quadrilha já haviam sido presos. Na manhã da última quarta-feira, 17, mais cinco foram capturados.

A ação foi comandada pelos delegados Dr. Marcelo de Assis Aliceda e Dr. Fernando da Silva Freitas, sob a supervisão do delegado Seccional José Carlos Costa. Em entrevista o delegado Dr. Marcelo explicou que os seis mandados de Prisão Temporária cumpridos, expedidos pela Juíza da Comarca de Ourinhos, para Alan Mariano da Palma, Vinicius Nunes Pereira, Diogo de Oliveira, (filho de Marcelo), Jader William V. do Carmo, ( Pagodeiro),  Diogo Luiz de Oliveira, “Costelinha”  e Suelen Caroline Baroni (esposa de Vinicius), foi resultado do setor de inteligência da Polícia Civil que comprovou que Marcelo Marcante, conhecido como Marcelinho Facada, de dentro do presídio comandava uma parte do tráfico de drogas da cidade e cobrava aluguel dos pontos que eram dele.

“Prendemos em flagrante Camila Dillie Moreira Lopes, conhecida como “Escama” e Jaqueline Felício dos Santos há algumas semanas. Em seguida prendemos a mãe de Marcelo, Valdineia Marcante, e daí em diante as investigações caminharam e através do nosso serviço de inteligência foi possível identificar as outras pessoas que faziam parte dessa associação para o tráfico”, disse Aliceda. No decorrer desta operação, foram cumpridos mandados de busca domiciliar que resultaram na localização de porções de maconha e uma pedra grande de crack. Sendo assim, feitos dois registros um por porte de drogas e um flagrante de tráfico de drogas. O delegado Dr. Fernando também conversou com nossa reportagem e ressaltou que o objetivo principal dessa ação era mapear os pontos de tráfico, tais como:  Jardim Ideal, Christoni, Vila São Luiz, que Marcelo comandava antes de ser preso e identificar todos os envolvidos.

 

“Marcelo mantinha o contato constante com o filho e os demais indiciados através de ligações via celular, por onde comandava a distribuição (abastecimento), das drogas: crack, maconha e cocaína e inclusive cobrava o aluguel semanalmente no valor de R$ 200 reais de cada ponto de drogas”, detalhou o delegado Fernando. Por fim, todos foram autuados pelo crime de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. Os homens conduzidos para a Cadeia de São Pedro do Turvo e a mulher para Cadeia Feminina de Pirajuí.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.