fbpx

quinta, 23 de junho de 2022

Expectativa de crescimento é comprovada: Varejo tem aumento e empresários mostram otimismo

Conforme já apontava expectativa da ACE Ourinhos, varejo teve aumento e a tendência é que ele se mantenha aquecido

 

Da Assessoria

 

A Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE) vem há alguns meses reiterando a sensação de otimismo quanto ao bom desempenho da economia neste ano de 2022. E os números só comprovam essa tendência. De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do IBGE, o volume de vendas no varejo restrito subiu 1,0% entre os meses de fevereiro e março na comparação dos dados dessazonalizados.

Além desta pesquisa, vale destacar que os próprios empresários já notaram essa tendência de evolução e também se mostram mais confiantes. A pesquisa da parceira da ACE, Boa Vista, comprova isso. Segundo o levantamento feito no 1º trimestre de 2022, 75% dos empresários esperam faturar mais até o fim de 2022.

Todos esses indicativos geram mais desenvolvimento econômico por conta da postura mais agressiva que os lojistas adotam. O mesmo estudo da Boa Vista mostra que houve um  crescimento na intenção de demanda por crédito. Ao final do 4º trimestre de 2021, o registro foi de 33%, contra 66% neste primeiro trimestre de 2022.

O presidente da ACE, Robson Martuchi, já indicava essa sensação desde o começo de 2022. E para ele, os números servem de motivadores para melhores resultados.

“As pesquisas servem para comprovar na prática o que já estamos falando há bastante tempo. 2022 teremos um salto considerável na economia e devemos abraçar essa sensação de otimismo para manter a postura cada vez mais agressiva. Os lojistas do varejo sabem que as datas comemorativas movimentam, mas é no dia a dia que o lucro vem. Por isso, para transformar 2022 no ano da sorte, precisamos trabalhar muito no cotidiano, aproveitar a tendência de crescimento e gerar cada vez mais desenvolvimento econômico e renda para os habitantes de Ourinhos e região. Aproveito para reiterar o convite para que os comerciantes adquiram as cotas da nossa campanha. Nossa intenção é fomentar essa sensação de otimismo e levar mais consumidores para as lojas participantes e o comércio só tende a ganhar. ”

Tal pesquisa citada, realizada pela Boa Vista,  foi baseada em um questionário estruturado, aplicado em cerca de 500 empresas representantes dos principais setores econômicos. O índice de confiança é de 90% e a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.