terça, 21 de maio de 2024

FIO vai trabalhar para implantar Medicina

Rose Pimentel Mader

O industrial Roque Quagliato, presidente da Fundação Educacional Miguel Mofarrej (FEMM), anunciou na segunda-feira, 30 de março, durante a reunião dos empresários e do G Fapi, sediada no Auditório Irmãos Quagliato no Campus das Faculdades Integradas de Ourinhos, a disposição das FIO de implantar a Faculdade de Medicina.

“Estamos, eu e o Nildo Ferrari, há 25 anos, nos revezando na direção da FEMM, lutamos e conseguimos muitas conquistas para a instituição, mas antes de nos aposentar desejamos realizar o sonho de trazer Medicina para Ourinhos”, afirmou.

Roque Quagliato participou da reunião dos empresários juntamente com o diretor das FIO, Bianor Costa Freire Colchesqui, do diretor administrativo e financeiro da FEMM, professor Gustavo Teixeira Neto, demais membros e representantes da instituição. 

Na oportunidade, as FIO recebeu a prefeita Belkis Gonçalves Fernandes, o vice-prefeito Gilberto Severino, o presidente da Câmara Municipal Roberto Tasca, o promotor da Infância e da Juventude Aguilar de Lara Cordeiro, o comandante do 31º Batalhão da Polícia Militar Milton Roberto Dudas e demais oficiais da corporação, Andréia Rosa, esposa e representante do deputado federal Capitão Augusto, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico José Claudinei Messias e demais secretários e diretores municipais, o presidente da Associação das Indústrias da Região de Ourinhos (AIOR) industrial Edenilson Natale, industrial Celso Zanuto, uma das principais lideranças do GFapi, o diretor regional da FIESP Robson Luiz Martuchi, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE), Diógenes Corrêa Leite, o representante do Sebrae – Ourinhos Antonio Monteiro Moraes Junior, entre outras lideranças da comunidade ourinhense, representantes de entidades e instituições públicas e privadas do município e empresários.

“É uma honra e um prazer receber em nossa instituição as autoridades constituídas e lideranças de nossa cidade para um encontro tão relevante para o desenvolvimento de Ourinhos”, afirmou Roque Quagliato. Segundo o presidente da FEMM, “é importante sediar eventos como esse porque trazemos para dentro das FIO uma representação expressiva de Ourinhos que têm a oportunidade de conhecer a nossa instituição e o trabalho realizado pela FEMM e pelas FIO no âmbito do ensino superior”, ressaltou Roque.

Para o professor Bianor Colchesqui, diretor das FIO, ao sediar um evento como esse a instituição, mais uma vez, está participando dos interesses da cidade de Ourinhos e dos empresários. “As FIO sempre estão de portas abertas para receber e acolher a todos e para contribuir com o desenvolvimento social e econômico da cidade e região e não é possível o desenvolvimento sem Educação e cidadania”, enfatizou.

Muitas lutas e grandes conquistas – Ao dar as boas vindas às autoridades e representantes da comunidade ourinhense, o presidente da FEMM Roque Quagliato recordou a trajetória da instituição, fundada em 1970, que está completando 45 anos de existência. Ressaltou que há 25 anos juntamente com o industrial Nildo Ferrari, atual vice-presidente da FEMM, vem se revezando na presidência da instituição, trabalhando com toda a equipe de dirigentes, professores e colaboradores das FIO e do Colégio Santo Antônio Objetivo, para o crescimento e consolidação do ensino em todas as suas etapas.

“Quando iniciamos o nosso trabalho existiam poucos cursos e não tínhamos nenhum patrimônio. Conseguimos adquirir o prédio do Colégio Santo Antônio cuja última parcela de pagamento será feita em maio, a Casa das Irmãs e mais três casas ao redor do prédio e também adquirimos uma área de 27 alqueires onde implantamos o Campus Universitário com vários blocos onde funcionam as centrais de aulas, laboratórios, biblioteca, vários auditórios, instalações administrativas, hospital veterinário, fazenda experimental e estamos concluindo a construção do sexto bloco com 4.600 m² para receber a Faculdade de Odontologia”, afirmou Roque.

Roque também ressaltou a excelência dos cursos das FIO comprovada através das melhores notas atribuídas pelo MEC e entre os cursos destacou a Faculdade de Agronomia considerada uma das melhores particulares do Estado de São Paulo.

Bianor Colchesqui, diretor das FIO, apresentou aos presentes um demonstrativo da evolução acadêmica das FIO, os cursos implantados, as notas atribuídas pelo MEC e as conquistas da maioria dos cursos que alcançaram um padrão de excelência. Destacou a instalação dos cursos de Engenharia Civil e Elétrica e a Engenharia Mecânica cuja notícia da sua publicação no Diário Oficial foi recebida pelo diretor no momento da reunião.

Bianor ressaltou o apoio e incentivo da FEMM, o trabalho de toda a comunidade acadêmica e o compromisso que a instituição tem com a qualidade de ensino e com a formação e o futuro profissional de seus alunos. 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.