sexta, 21 de junho de 2024

Grupo de moradores da Barra Funda espanca jovem que foi confundido com ladrão

Alexandre Mansinho
Jet Maicon, de 26 anos, foi espancado por ter sido identificado como o homem que estaria realizando furtos na região. Com exclusividade para o Jornal Negocião o jovem desabafa: “minha vida virou de cabeça pra baixo – jamais pensei que seria vítima dessa injustiça”.
Na noite do último dia 6 de julho, quinta-feira, as ruas da Barra Funda foram palco de uma barbárie que, por pouco, não se transformou em uma tragédia – um jovem é confundido com um assaltante e, acusado publicamente por uma moradora, é espancado por um grupo de moradores que ali estavam.
“Eu voltava da casa de minha namorada e após cruzar a Vila Margarida em direção à Barra Funda, essa senhora gritou para mim, “você não tem vergonha de entrar na casa dos outros”. Eu retirei meus fones de ouvido e perguntei o que ela havia dito e ela repetiu isso… eu disse que não sabia do que ela estava falando e continuei meu caminho. Nisso, uma moto parou na esquina, e essa senhora chamou os dois passageiros da moto para conversar e eles vieram até mim, pararam a moto na minha frente e um deles desceu. Nisso, eu já estava repetindo mil vezes “pelo amor de deus, não fui eu quem entrou na casa dessa senhora” e ela retrucou, “foi sim! eu estou te seguindo desde lá de cima! (…) uma das pessoas que estavam no bar me deu a terceira capacetada, está bem no meio da minha cara, rasgando meu nariz. Na sequência, levei mais 5 capacetadas, além de socos na cara e chutes por todo o corpo. O saldo final de tudo isso foi um dente quebrado, dores na cabeça e no pescoço, o nariz que não para de sangrar. Felizmente consegui ser socorrido por um amigo que morava perto e me levou a UPA, onde passei a noite em observação”. J.M. usou o seu perfil nas redes sociais para fazer esse desabafo – procurado pelo jornal, ainda muito abalado, preferiu não dar mais detalhes sobre o assunto; informou que o boletim de ocorrência já havia sido lavrado e que agora, depois desse susto, ele vai deixar isso nas mãos da polícia.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.