quinta, 29 de fevereiro de 2024

Guarda Municipal é necessária, mas quem irá pagar a conta?, diz o advogado Dr. Roberto Carrasco.

Alexandre Mansinho

Números da Secretaria de Segurança Pública mostram um aumento dos furtos e roubos em Ourinhos – paralelamente temos a diminuição dos efetivos das polícias civil e militar e, consequentemente, temos também o aumento do “tempo de resposta” dessas forças policiais às ocorrências. 

Segundo Carrasco, nenhuma solução possível deve vir antes de um grande debate envolvendo a sociedade ourinhense: “há várias propostas de enfrentamento do problema, mas, independentemente de qual proposta iremos pôr em prática, é indispensável que possamos ouvir a sociedade – assim como vai haver uma audiência pública sobre a lei municipal de cotas, precisamos ter uma audiência pública sobre a questão da violência (…) há quem fale na criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública e, subsidiada a ela, a criação de uma Guarda Municipal – isso seria ótimo… mas quem pagará a conta?”.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.