quinta, 18 de julho de 2024

Jovem acusado de matar a companheira é condenado a 24 anos de detenção em Ourinhos

Publicado em 16 mar 2019 - 12:40:22

           

Letícia Azevedo

Apesar dos advogados de defesa tentarem pedir a condenação do réu pelo crime de homicídio culposo, a promotoria derrubou a tese e contribuiu com a condenação de Maycon, por homicídio doloso, com as qualificadoras motivo fútil e feminicídio.

Em sua oitiva o acusado afirmou estar arrependido e que não teria atirado na intenção de matar a companheira. A Exma. juíza Dra. Raquel determinou a sua condenação em cumprir 24 anos em regime prisional.

Relembre o caso: Segundo a polícia, na noite do sábado, 19 de novembro de 2016, Maycon Nunes do Nascimento, de 23 anos, teria atirado em Jessika Batista dos Santos, de 25 anos, após uma discussão na casa onde moravam no bairro CDHU em Ourinhos.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que ouviram o barulho do tiro e encontraram a vítima caída em frente a casa, que fica nos fundos de outra residência. Jessika chegou a ser socorrida e passou por cirurgia na Santa Casa, mas não resistiu ao ferimento. O suspeito fugiu após o disparo.

Segundo amigos da vítima, Jessika tinha um filho de outro relacionamento e estava com Maycon há pouco mais de um ano e meio.

Após seis meses do crime, Maycon, acompanhado de um advogado, se apresentou na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) para prestar esclarecimentos sobre o feminicídio. Durante seu interrogatório, Maycon confessou detalhadamente os fatos. Segundo a delegada Renata Barrionuevo Ruiz de Oliveira, ele alegou que minutos antes do homicídio, houve discussão entre o casal e que Jéssica pegou uma faca.

Depois de prestar depoimento, Maycon, que já tinha um mandado de prisão temporária decretado, foi encaminhado à cadeia de São Pedro do Turvo.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.