quinta, 22 de fevereiro de 2024

LAUDO REVELA: arma não falhou

O Centro de Suprimento e Manutenção de Armamento e Munição da Polícia Militar de São Paulo concluiu laudo de perícia na arma do policial Luís Paulo Isidoro. Segundo o laudo não havia nenhum defeito na arma que pudesse acionar o gatilho de forma acidental ou sem que houvesse intenção da pessoa que o portava. A defesa de Isidoro sustenta que o disparo ocorreu devido a um mal funcionamento da arma, tentando desmontar a tese de execução defendida pelo Ministério Público e pela Conselho Estadual dos Direitos Humanos. Atualmente o policial permanece em prisão administrativa, sem poder sair do quartel e executando trabalhos internos.

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.