terça, 16 de julho de 2024

Médico ourinhense de 30 anos morre em Curitiba vítima da covid-19

Publicado em 16 mar 2021 - 10:15:57

           

Fica aqui nossa homenagem para esse jovem médico que se foi fazendo o que mais amava, “salvando vidas”.

 

 

Marcília Estefani

 

Será sepultado nesta terça-feira, 16, às 11h30, no Cemitério Memorial da Vida, em São José dos Pinhais, o médico ourinhense Luis Filipe Fantinati Lazanha, de apenas 30 anos, falecido na segunda-feira, no Hospital das Nações, em Curitiba, vítima de complicações da covid-19.

Dr Luis Filipe se formou em julho de 2018 pela Universidade Federal do Paraná, tendo feito sua inscrição logo depois no CRM-PR, era residente do 1.º ano de Radiologia no Hospital de Clínicas/Universidade Federal do Paraná. Tinha residência em São José dos Pinhais.

O jovem Filipe, que tinha o sonho de ser médico e ajudar pessoas, é de família ourinhense, e aqui cresceu, fez muitos amigos, que consternados pela perda, deixaram nas redes sociais suas últimas homenagens.

 

Luis Filipe Fantinati Lazanha, 30 anos, era residente do 1º ano de Radiologia no Hospital de Clínicas/Universidade Federal do Paraná e atuava na linha de frente no combate à Covid

 

“Hoje um pedaço do meu coração se vai com você. Meu grande amigo da vida, desde pequenininhos. O momento seu aqui foi para tornar minha vida melhor. E você fez isso com várias outras pessoas. Seu jeito tão reservado e ao mesmo tempo brincalhão cativava todas as pessoas. Era impossível não gostar de você. Conseguiu conquistar seu sonho de ser médico e salvar vidas. Mas teve a sua levada de nós por essa catástrofe que é o Covid. Eu aprendi muito com você. Aprendi que amizades verdadeiras existem e que também existem irmãos que não são de sangue, mas de consideração. Você era um irmão para mim. Você não está mais aqui conosco e nem me permitiu te dar o último abraço, mas a nossa conexão espiritual é eterna. Sei que agora está nos braços do Pai, que é o melhor lugar em que poderia estar. Um dia a gente se encontra. Te amo.”, registrou um amigo de infância.

O Conselho Regional de Medicina do Paraná também registrou com pesar a morte do jovem, apontado como 48.º profissional da medicina a perder a vida por causa da doença naquele estado.

Luis Filipe era casado, deixa a esposa e um filho. Aos pais, José Luis e Cláudia Lazanha, aos irmãos Giovani e Bia, à esposa e filho, e demais familiares, nossos sinceros sentimentos e orações.

Fica aqui nossa homenagem para esse jovem médico que se foi fazendo o que mais amava, “salvando vidas”.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.