terça, 23 de abril de 2024

Médico pirajuense desaparece no Rio de Janeiro após sair para o trabalho

O jovem, de 27 anos, mora em Copacabana e trabalha no Centro Municipal de Saúde Dr Albert Sabin, na Rocinha, mas não chegou na unidade

 

Da redação

 

O médico pirajuense, Victor Henrique Bueno da Fonseca, de 27 anos, desapareceu na manhã da última segunda-feira, 6/2, após sair de seu apartamento, em Copacabana, Zona Sul do Rio, rumo ao Centro Municipal de Saúde Dr Albert Sabin, na Rocinha, onde trabalha.

Isabela de Araujo, esposa de rapaz, afirma que as últimas imagens do marido mostram o momento em que ele saia do elevador do prédio, às 6h52, inclusive com o crachá, porém, ele não chegou à unidade de saúde.

 

 

“Meu marido está desaparecido desde a manhã de hoje (06/02/2023), tendo saído para trabalhar por volta das 6h30 da manhã, mas não chegou ao trabalho. Não responde mensagens, não atende ligações e agora o telefone está desligado. A única coisa que eu sei de vestimenta dele de hoje é que está com um tênis preto com símbolo branco da Nike e mochila preta, usa uma aliança de prata e tem uma tatuagem com 3 símbolos chineses no antebraço esquerdo. Desapareceu hoje no bairro de Copacabana e estou completamente sem notícias. Qualquer ajuda ou informação é bem-vinda, por favor!!! Quem puder compartilhar, serei eternamente grata”, postou Isabela nas redes sociais.

O caso é investigado pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Familiares que moram em Piraju, já foram para o Rio em busca de prestar auxílio à nora. Eles estão solicitando imagens do sistema de monitoramento do Metrô Rio, utilizado pela vítima para ir ao trabalho, para saber se ele realmente chegou a utilizar o meio de transporte naquele dia.

 

 

Em relato publicado nas redes sociais, Isabella afirma não ter informações sobre o marido e que, inclusive, já o procurou em diversas unidades de saúde, sem sucesso.

“Fomos até a estação (de metrô) que ele costuma pegar e pedimos as imagens, mas não quiseram passar sem um mandado judicial. Como a gente não teve acesso a isso, então não sei nem se ele chegou a embarcar no metrô para ir para a Rocinha”.

 

 

Pelas redes sociais, Isabela pede a ajuda de todos e deixa contatos para informações a respeito do caso:

Fernando – 14 99891-0027 / Otávio – 14 99822-5121 e 21 98084-2011.

(Com informações o Globo Rio)

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.