quinta, 18 de abril de 2024

Ministra fala sobre fim da emergência em saúde e alerta sobre a vacinação contra Covid-19

Segundo Nísia Trindade, o vírus continua passando por mutações e infectando pessoas e a melhor forma de conviver com a doença é ter a população imunizada

 

Da redação

No domingo, 7 de maio, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, fez um pronunciamento em Rede Nacional de Rádio e Televisão, onde abordou a recente declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), de que não considera mais a Covid-19 uma emergência de saúde pública global. “Depois de termos passado por um período tão doloroso, nosso país recebe essa notícia com esperança. Ainda vamos conviver com a Covid-19, que continua evoluindo e sofrendo mutações”, declarou.

Em sua fala à nação, a ministra celebrou a redução progressiva do número de hospitalizações e óbitos no Brasil como resultado da proteção da população pelas vacinas. Segundo ela, há uma mudança de cenário do modo de emergência para o enfrentamento continuado, como parte da prevenção e controle de doenças infecciosas.

“Infecções pelo vírus SARS-COV2 vão continuar e devemos manter cuidados. Portanto, sistemas de vigilância, diagnóstico, redes de assistência e vacinação precisam ser fortalecidos”, explicou Nísia Trindade.

OURINHOS – Último boletim informativo ourinhense mostra que foram registrados cinco novos casos de COVID-19 entre os dias 1º e 7 de maio de 2023. Não houve registro de novos óbitos por Covid-19. Na Santa Casa de Ourinhos existe uma pessoa internada na UTI adulto.

O total de óbitos no município até o dia 7 era de 604. Total de curados – 36.402 e total de casos registrados – 37.011 pessoas.

VACINAÇÃO COVID-19: A ministra, porém, deixou um alerta à população de todo o país. “É hora de intensificar a vacinação. As hospitalizações e óbitos pela Covid-19 ocorrem principalmente em indivíduos que não tomaram as doses de vacina recomendadas”. Em Ourinhos, as doses continuam à disposição da população, fique atento:

• Para quem ainda não tomou nenhuma dose: Qualquer pessoa a partir de 6 meses de idade pode se imunizar gratuitamente. Não deixe para depois! Procure uma das UBS e se proteja contra a covid-19.

• Para quem tomou somente a primeira dose: verifique a data de retorno no seu cartão de vacinação.

• Para quem tomou somente a primeira dose e esqueceu de retornar: vá até uma das UBS da lista e complete seu esquema vacinal.
Já tomou as duas primeiras doses ou dose única e tem entre 5 a 17 anos? É o momento de retornar ao posto de saúde e reforçar sua imunidade!

Tem mais de 18 anos e já tomou as duas primeiras ou alguma das doses de reforço ofertadas anteriormente (3ª, 4ª ou 5ª dose) há mais de quatro meses?

Chegou a hora de se proteger com a atualização da vacina, na versão “bivalente”, que combate novas variantes do vírus.

DOSES DE REFORÇO:
De 5 a 11 anos: 3ª dose (Pfizer Pediátrica)

De 12 a 17 anos: 3ª dose comum

Acima de 18 anos: Reforço com Pfizer Bivalente

A aplicação acontece das 9h às 17h em diferentes postos de saúde da cidade. Confira o calendário:
• Segunda-feira: Ubs Vila São Luiz, Ubs Jardim Itamaraty

• Terça-feira: Ubs Vila Brasil, Ubs Cohab,

• Quarta-feira: Ubs Parque Minas Gerais, Postão Central (Centro de Saúde I)

• Quinta-feira: Ubs Caic, Ubs Vila Margarida, Ubs Cohab

• Sexta-feira: Postão Central (Centro de Saúde I), Ubs Vila Margarida

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Secretaria da Saúde ou com a unidade mais próxima da sua residência.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.