quarta, 17 de julho de 2024

Morador de rua incendeia ônibus em Ourinhos

Publicado em 04 dez 2015 - 11:52:03

           

Renata Tiburcio

Ele queria dormir dentro do coletivo mas foi impedido pelo motorista, por isso resolveu queimar o ônibus

Um garoto de 14 anos foi detido pela Polícia Militar na tarde de quinta-feira, 3/12, na Rua Narciso Migliari, Vila Nova Sá em Ourinhos, após confessar que ateou fogo em dois ônibus da empresa AVOA, na última segunda-feira, 30/11 e na quinta, 3. O menino alegou ser morador de rua, disse que colocou fogo no coletivo porque o motorista não o deixou dormir dentro dele. 

Por volta das 12 horas o Corpo de Bombeiros foi acionado pelos funcionários da empresa AVOA para controlar as chamas do ônibus que estava estacionado na rua citada acima.

Quando os Bombeiros chegaram ao local as chamas já haviam se propagado e consumido todo o coletivo, restando apenas os pneus. A ação rápida dos Bombeiros impediu que as chamas atingissem o prédio da Oncinha e também a fiação elétrica, evitando assim, uma tragédia.

A Polícia Militar foi acionada juntamente com a Perícia e no decorrer do registro dos fatos receberam informações de que uma câmera de segurança mostrava nas proximidades do ônibus, momento antes de ser incendiado, um garoto trajando camiseta vermelha, short claro, sapato e meia.

Ainda no local, os policiais encontraram facilmente o garoto nas imediações da empresa. Ele tentou fugir assustado mas foi impedido e detido, acabou por confessar que havia realmente colocado fogo na cortina do ônibus porque o motorista não o deixou dormir dentro do mesmo.

Nossa reportagem conversou com exclusividade com o garoto na delegacia, onde muito calmo, ele explicou que mora na rua, que seu pai morreu e sua mãe mora no Marques do Reis/PR e não lhe quer em casa, sendo assim, ele decidiu morar na rua. Afirmou que não usa drogas e que ateou fogo também em um outro ônibus na segunda-feira, mas este não foi consumido pelas chamas.

O garoto tem passagem também por Furto de Veículo, ocasião que usou de uma chave mixa para abrir o auto. Por fim o menor infrator ficou à disposição da Polícia Civil na Central de Polícia Judiciária. 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.