quarta, 22 de maio de 2024

Onix e Prisma ganham facelift e Onstar de série

Ser líder de vendas é uma responsabilidade e tanto para o Onix. De janeiro a junho deste ano, foram emplacadas pouco mais de 68 mil unidades do hatch, que atualmente é oferecido em três versões de acabamento (LS, LT e LTZ) e duas opções de motorização (1.0 e 1.4). Diante desse cenário otimista (no qual o Onix pode ser o campeão de vendas pelo segundo ano consecutivo), a GM resolveu ser cautelosa ao realizar a primeira reestilização de Onix e Prisma. 

A boa notícia é que as mudanças não foram tão sutis como as realizadas pela VW no Gol. A frente traz novos faróis (com luzes de led na versão LTZ), grade frontal redesenhada e novo para-choque – o visual geral lembra muito o Cobalt. Atrás, ambos ganharam lanternas com novo formato nas laterais e para-choque redesenhado.

O interior sofreu poucas, mas importantes alterações: a central multimídia MyLink agora tem botões mais visíveis e práticos no lugar dos antigos comandos abaixo da tela, além de interface mais intuitiva e suporte a Android Auto e Apple CarPlay. Outra mudança está nos puxadores de porta, trocados por peças localizadas na posição convencional.

A novidade mais importante, porém, envolve o serviço OnStar, que passa a ser oferecido de série em todas as versões. Para tanto, a Chevrolet disponibilizará três pacotes de benefícios, batizados de Safe, Protect e Exclusive. A versão LS 1.0 sai de fábrica com o pacote Safe, que inclui aviso de arrombamento do veículo e rastreamento em caso de roubo. Já o pacote Protect (disponível nas versões LT com MyLink) faz chamadas de socorro mecânico ou resgate em caso de acidentes.

O pacote mais completo é o Exclusive, oferecido de série na versão LTZ com serviços como consulta de informações, coordenadas via GPS para pontos de interesse e agendamento de compromissos. O primeiro ano de serviço será gratuito, sendo que após esse período cada pacote terá uma mensalidade a ser definida pela GM.

Embora ainda não tenha sido dessa vez que a marca resolveu equipar os compactos com novos motores, a marca promoveu algumas mudanças (agrupadas em um pacote que a GM batizou de “Eco”), como a introdução de uma nova transmissão manual de seis marchas, bielas, pistões e anéis mais leves (que fizeram o carro perder 32 quilos) e direção elétrica no lugar da hidráulica.

De acordo com a montadora, todas as mudanças reduziram o consumo de combustível dos veículos em até 18%. Na avaliação do Inmetro (com metodologia diferente da aplicada nos testes da QUATRO RODAS), o Onix 1.4 manual fez 12,5 km/l (urbano) e 14,9 km/l (rodoviário) com gasolina, e 8,8 km/l (urbano) e R$ 10,7 km/l (rodoviário) com etanol.

Entre os itens de série, a versão LT 1.0 do Onix (R$ 44.890) possui ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, indicador de mudança de marcha, rádio com Bluetooth e entrada USB, faróis com máscara negra (no lugar das antigas máscaras azuis) e banco do motorista com regulagem de altura.

A LT 1.4 (R$ 49.590) acrescenta coluna de direção com regulagem de altura, sensor de estacionamento traseiro, sendo que a transmissão automática é vendida como opcional ao lado do piloto automático.

Por fim, a LTZ 1.4 (R$ 54.490) inclui computador de bordo, apliques cromados, vidros traseiros elétricos, bancos com revestimento exclusivo, retrovisores elétricos, rodas de liga leve e faróis de neblina – sendo que o Prisma vem ainda com câmera de ré.

Os novos preços exibem acréscimos de R$ 1.200 (LT 1.0), R$ 2.900 (LT 1.4) e R$ 1.600) (LTZ 1.4) em relação aos anteriormente praticados. Todas as versões com motor 1.4 oferecem câmbio automático como opcional.

A nova versão aventureira do Onix, chamada de Activ, adiciona ao pacote da LTZ câmera de ré, sensor de chuva, piloto automático, apliques plásticos nas laterais, caixas de roda e para-choques, barra no teto, acabamento interno diferenciado e pintura laranja. Os pneus são maiores, na medida 195/65 com rodas de aro 15. O preço inicial é de R$ 57.190, chegando a R$ 62.290 com câmbio automático.

Nas próximas semanas, deve ser apresentada também uma versão mais simples, com o desenho do Onix antigo, entrando no lugar da versão LS (hoje tabelada em R$ 39.190).

Já o Prisma por enquanto terá apenas duas versões, sempre com motor 1.4. A LT sai por R$ 53.690, enquanto a LTZ será tabelada em R$ 64.690, ambos com a mesma lista de equipamentos de série e opcionais das versões LT e LTZ do Onix.

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.