quarta, 17 de julho de 2024

Pai sequestra próprio filho e é preso em Santa Cruz

Publicado em 11 ago 2015 - 05:43:43

           

Renata Tiburcio

Após longas horas de negociação a Polícia Civil de Santa Cruz do Rio Pardo, Assis, Ourinhos, Bauru e a Promotora de Infância e Juventude, Dra. Renata Catalano conseguiram resgatar uma criança de cinco anos sequestrada pelo próprio pai. Ele manteve o filho em cárcere privado na Pousada Os Galeguinhos em Santa Cruz do Rio Pardo.

De acordo com informações da reportagem do www.gruposcn.com.br, Erasmo Rogério Tieni sequestrou o filho na manhã de segunda-feira, 10, na cidade de Campos Novos Paulista. O garoto, que reside na área rural da cidade, estava a caminho da escola e assim que desceu do ônibus escolar foi interceptado pelo pai que estava em um veículo Gol de cor verde placas de Maringá.

A mãe, Claudia Soares Tieni, estava trabalhando em Marília, foi comunicada sobre o fato e de imediato foi até a delegacia e registrou um Boletim de Ocorrência, que não foi o primeiro a registrar contra o ex-marido.

O delegado responsável pelo registro, Dr. Antônio José Vieira Fernandes, juntamente com uma equipe iniciou as buscas descobrindo que o homem estava na região de Santa Cruz do Rio Pardo, onde teria um conhecido. Os policiais se dirigiram até a tal residência e foram informados de que o homem havia passado por ali com o menino e iria almoçar na cidade.

Depois de percorrerem vários estabelecimentos comerciais chegaram a Lanchonete e Pousada “Os Galeguinhos”, local onde foi avistado o veículo Gol com placas de Maringá. Ao ver os policiais Erasmo se trancou no quarto com o filho.

Neste momento teve início uma longa negociação que durou mais de quatro horas. O homem dizia estar munido de uma faca e um canivete e exigia que Claudia tirasse as várias queixas que tem contra ele para libertar o menino.

O delegado responsável pela Central de Polícia Judiciária, Dr. Renato Caldeira Mardegan, comandou a negociação e de início o homem se negava a qualquer tipo de acordo. Ele se alterava muito quando era citado o nome da ex- esposa, por isso o delgado decidiu que a mãe não acompanhasse de perto a negociação.

Aos poucos Erasmo foi cedendo, principalmente com a chegada da Promotora de Infância e Juventude, Dra. Renata Catalano, e resolveu entregar a faca e o canivete. Após um tenso trabalho, num momento de distração os policiais invadiram o quarto, libertaram o menino e prenderam o homem que ainda tentou resistir.

Com Erasmo preso e o menino em segurança os policiais realizaram uma revista minuciosa no quarto e no carro do sequestrador e localizaram um revólver calibre 38 municiado com seis balas intactas, uma pá de pedreiro, sacos plásticos, cobertor, fios e litros de bebidas alcoólicas.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.