quinta, 18 de julho de 2024

Poder Executivo e Legislativo promove reunião para estabelecer novas estratégias para o Moto Fest

Publicado em 31 ago 2018 - 05:04:54

           

Letícia Azevedo

Aconteceu na última quarta-feira, 29, uma reunião entre vereadores, representante do executivo, polícia militar e organizador do Moto Fest, a fim de estabelecerem algumas estratégias para a realização do próximo evento, que se realizará entre os dias 6 e 9 de setembro, e já causa polêmica na cidade devido ao barulho excessivo que produz. 

Na sessão realizada na segunda-feira, 20, na Câmara Municipal de Ourinhos, alguns vereadores apresentaram um requerimento pedindo a realização de tal encontro. Estiveram presentes os vereadores Sargento Sérgio Pazianoto, Cícero Investigador, o Secretário de Governo Santiago de Lucas Ângelo, Reinaldo Gaiquer Pica Pau, Ten. Coronel Cenize Araújo Calasans, representando a Polícia Militar, que é responsável pela segurança na parte externa do Recinto da Fapi.

Sgt Sérgio Pazianoto – Segundo o vereador, um dos autores do requerimento, foi muito importante o encontro, para estabelecer alguns limites necessários para o bem-estar da população e para que não se repitam os problemas causados no ano passado “(…)Conseguimos deixar bem claro ao organizador do evento, que o nosso intuito não é acabar com o evento, apenas exigir que não haja mais problemas como o ocorrido. Estou confiante, com boas perspectivas de melhorias, pois foi a primeira vez que nós conseguimos ter esse contato com o Pica Pau e expor tudo o que andava desagradando a população. Quero poder elogiar ao término do evento, dizer que tudo correu bem e que não houve reclamações. É claro que é impossível que haja uma festa sem barulho, mas o que nós queremos é apenas impor alguns limites”.

Cícero Investigador – “(…) A reunião progrediu bem, nós avançamos e talvez se essa reunião já tivesse ocorrido, muitas reclamações poderiam ser evitadas. Apesar de haver uma discordância por conta de minha parte e da parte da organização do evento em alguns aspectos, como o público que vem até a cidade, nós entramos num consenso. Ficou acertado com o promotor do evento que está terminantemente proibido a circulação de motos no meio dos visitantes em alta velocidade. Nós temos apenas problemas com o excesso, é apenas isso que pedimos, que haja uma concordância entre todos para que os moradores do entorno não sejam prejudicados”.

Santiago de Lucas Ângelo – “(…) eu acredito que após essa reunião, com esse consenso entre todos, haja um novo formato para o Moto Fest, com regras e limites. Deixamos claro para organização do evento, que às vezes é necessário que se dê um passo para trás para depois avançar, e que talvez essas novas medidas trarão até benefícios ao evento”.

Reinaldo Gaiquer Pica Pau – “(…) Nós estamos dispostos a fazer algumas modificações como já dito, com implantação de horário para o término do evento – que deve acabar por volta das 2h00 na quinta, sexta e domingo e sábado por volta das 3h00, e principalmente a proibição da circulação de motos modificadas dentro do recinto, que é o que traz bastante ruído por conta dos escapamentos abertos – que esse ano estão terminantemente proibidos dentro do recinto, e a equipe de segurança também estará de prontidão pra que isto seja evitado. Nosso evento tem que ser valorizado, pois traz grande movimentação financeira prá cidade, e isso é de extrema importância ao município”. 

Ten. Coronel Cenize Araújo Calasans – “(…) Pelo olhar da Polícia Militar, o Moto Fest melhorou no decorrer dos anos. Não existe um aumento dos registros da criminalidade nos dias da festa, e sim pelos moradores que primam pelo silêncio, e nós estaremos atentos ás pessoas que estarão dispostas a fazer arruaças, barulho ou qualquer tipo de ação que esteja incomodando a população. E é sabido também que os arruaceiros são moradores da própria cidade, ou seja, já são nossos velhos conhecidos, proprietários de motos pequenas, então não admitiremos esses tipos de exagero”.

COMERCIANTES – A reportagem do Jornal Negocião entrou em contato com alguns representantes da rede hoteleira da cidade, que garantiram que já estão com 100% dos quartos reservados para a data do evento e vibram por esse aquecimento em seu ramo de negócio. É fato também que os turistas acabam usufruindo, além dos hotéis, de padarias, restaurantes, supermercados e postos de gasolina – profissionais estes que também estão com perspectivas muito boas para o período. O que é almejado pela população é que o Moto Fest seja um evento benéfico e sem exageros.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.