sexta, 19 de abril de 2024

Prefeito Lucas Pocay exonera 23 servidores entre funções de confiança e cargos comissionados

Há indícios de que a atitude do prefeito esteja relacionada com um possível rompimento entre ele e o Presidente da Câmara Municipal

 

Marcília Estefani

 

Na noite da terça-feira, 19/10, o Diário Oficial do Município divulgou a exoneração de 20 servidores em função de confiança (FC) e 3 em cargos comissionados (CC), lotados entre as Secretarias de Assistência Social, Secretaria da Cultura, de Desenvolvimento Urbano, Educação, Secretaria de Governo, do Meio Ambiente, de Infraestrura, de Administração, de Esportes e IPMO.

Há indícios de que a atitude do prefeito esteja relacionada com um possível rompimento entre ele e o Presidente da Câmara Municipal, Santiago de Lucas Ângelo (União Brasil), e que alguns dos exonerados sejam indicações do presidente.

É notório nas duas últimas Sessões deste mês de outubro, uma mudança de atitude de Santiago em relação à administração. O vereador tem feito várias críticas principalmente no que diz respeito à coleta de lixo e também sobre a falta de iluminação e asfalto em alguns locais da cidade, ressaltando requerimentos que já foram protocolados e reiterados na Casa.

Santiago chegou a propor a instauração de uma CAR – Comissão de Assuntos Relevantes para analisar o processo de transição da coleta de lixo da SAE para a prefeitura, bem como a contratação da empresa prestadora de serviços sem licitação e a eficiência do serviço prestado.

 

O QUE DIZ O PREFEITO – Questionado sobre o assunto, o prefeito afirmou que “Nossa gestão não cede a pressões ou interesses pessoais. Mesmo que alguns ainda não entenderam isso ou preferem fazer política do ataque e mentira, seguiremos o trabalho com transparência e responsabilidade, fazendo o melhor para o nosso povo.”

 

Prefeito Lucas Pocay afirmou apenas que sua gestão não cede a a pressões ou interesses pessoais

 

O QUE DIZ O PRESIDENTE DA CÂMARA – A reportagem do Negocião tentou contato com o vereador Santiago de Lucas Ângelo (União Brasil), mas até o fechamento desta edição o mesmo não havia respondido nossos questionamentos.

 

Santiago tem feito várias críticas e cobranças à atual gestão durante as últimas Sessões

 

CAR – Na Sessão da última segunda-feira, 17/10, na Câmara de Ourinhos, os vereadores rejeitaram a criação da CAR proposta pelo presidente Santiago, com o objetivo de analisar melhor o processo de contratação emergencial da empresa que agora faz a coleta de lixo na cidade, bem como a transição e eficiência dos serviços prestados, dada a quantidade de reclamações de munícipes que têm chegado até a Casa de Leis. A matéria foi colocada em votação, e recusada por 9 dos vereadores da base.

 

ECONOMIA – Independente do que motivou as exonerações, a verdade é que a iniciativa do prefeito traz uma economia à administração, pois os FCs, que são servidores efetivos (admitidos através de concurso público) têm em média um acréscimo aos seus salários que variam entre R$ 700, R$ 1.000, R$ 1.500,00 e R$ 3.000,00 e os CCs (não concursados) dependendo de sua classificação têm salários de R$ 4.200,00, R$ 5.000,00, R$ 7.812,00.

 

LEVANTAMENTO DO OBSERVATÓRIO – O Observatório Social do Brasil Ourinhos, desde o início de 2021 tem divulgado mensalmente os gastos com o pagamento de servidores em cargos de comissão ou em função de confiança, que até o dia 5 de outubro, se aproximava de R$ 70 milhões. O levantamento é realizado através do monitoramento do Diário Oficial do Município.

 

Último Boletim divulgado pelo Observatório Social de Ourinhos

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.