sábado, 13 de abril de 2024

Projeto para financiamento de R$ 200 milhões junto ao BID é aprovado na Câmara

O crédito, que deve ser pago em 25 anos, vai custear o programa “Avança Saúde

 

Marcília Estefani

 

Em Sessão Extraordinária realizada na noite da segunda-feira, 8 de maio de 2023, na Câmara Municipal de Ourinhos, os vereadores aprovaram projeto da prefeitura municipal junto ao BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, para obtenção de crédito no valor de R$ 200 milhões, que, segundo o prefeito Lucas Pocay, vai revolucionar a saúde de Ourinhos.

O projeto foi aprovado pela maioria dos vereadores, Roberta Stopa (PT), do Coletivo Enfrente, Guilherme Gonçalves e Roberto Tasca, votaram contrário, por considerar que faltou estudo, ou pelo menos a divulgação dos estudos, de como será empregado o dinheiro, que o assunto necessita maior debate.

“As coisas não são tão fáceis assim, não parece ter muita lisura e transparência”, disse a vereadora Roberta Stopa.

Seguindo os trâmites legais, o projeto será enviado para aprovação na Câmara Municipal, se aprovado segue para o Senado e Ministério da Economia. Em meados de outubro/novembro o contrato deve ser assinado, levando ainda cerca de 15 a 30 dias para a liberação do primeiro desembolso para começarem as obras.

O financiamento, que deve ser pago em 25 anos, vai custear o programa “Avança Saúde”, através do qual 11 novas unidades de saúde serão construídas no município, entre elas Jd Nazaré, Pacaembu, Jardim Santos Dumont, novo prédio para a UBS Caic, Veredas, Helena Brás, novo centro de logística, nova sede da secretaria de saúde, novo anexo e ampliação da UPA, centro de zoonoses, centro especializado de odontologia que será construído na Cohab, entre outras obras, 15 reformas de unidades de saúde, ampliações e adequações.

Segundo o prefeito Lucas Pocay e o Secretário de Governo Caio Lima, este projeto está em estudo há 2 anos.

Foi feito um estudo técnico com a equipe da secretaria de saúde e toda a gestão. Foi preciso entender a regionalização da saúde, o desenvolvimento da cidade, novos condomínios, novos loteamentos, novas regiões que cresceram e a saúde precisa avançar e crescer também com a necessidade da população”, afirmou Caio Lima.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.