quinta, 23 de maio de 2024

Santa Casa afirma que crianças e idosos vítimas de picada de escorpião tem prioridade de atendimento

Após mal entendido na portaria do hospital na semana que passou, o Negocião procurou o hospital para alguns esclarecimentos sobre o assunto

 

Marcília Estefani

 

Uma família moradora do Jardim Itamaraty em Ourinhos, passou por momentos de grande desespero na madrugada da segunda-feira, 24/1, após perceberem que a filha, de 1 ano e sete meses havia sido picada por um escorpião. Os pais levaram a criança imediatamente à Santa Casa, e diante da negativa no atendimento, muito nervosos, acabaram por quebrar a porta do pronto socorro. O homem acabou sendo levado à Central de Polícia Judiciária da cidade.

 

 

Segundo registro do boletim de ocorrência, o pai da menina, um comerciante ourinhense de 37 anos, procurou atendimento no hospital por volta das 00h50, e foi informado na recepção, que deveria se dirigir a um hospital particular ou à UPA – Unidade de Pronto Atendimento da cidade.

Por possuir convênio, o pai se dirigiu ao Hospital Unimed, onde foi informado que deveria voltar à Santa Casa, único hospital que possui o soro antiescorpiônico. Porém, de volta à Santa Casa, o homem foi novamente informado que a criança não seria atendida. Fora de controle, o homem, já bastante alterado, acabou forçando sua entrada, e danificou a porta do pronto-socorro.

 

 

A polícia foi acionada e compareceu ao local, encaminhando o pai à CPJ para esclarecimentos, acusado de dano. Ouvido pelo delegado de plantão, o homem foi liberado, pois a autoridade considerou que os ‘danos’ não foram causados propositalmente, mas sob grande desespero por conseguir atendimento para a filha.

A criança, que foi picada em um dos dedinhos pelo escorpião, recebeu atendimento, ficou em observação e segundo a Santa Casa, não precisou de soro.

APURAÇÃO INTERNA – Sobre a questão do primeiro atendimento, o hospital afirmou que está averiguando o que houve através de uma apuração interna.

PROTOCOLO PARA CASOS DE PICADA DE ESCORPIÃO – Questionados pelo Negocião a respeito do protocolo para casos como este, o hospital afirmou que a recomendação é que crianças e idosos que por ventura sejam picados por escorpiões devem ir direto para a Santa Casa que serão imediatamente atendidos, independente de terem ou não convênio com a Unimed.

SANTA CASA X UNIMED – A instituição de saúde informou que continua atendendo conveniados da Unimed. O único local que não está autorizado atender é no pronto-atendimento da Pediatria.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.